Myanmar

Rohingya. Guterres diz que ou Suu Kyi faz alguma coisa ou “tragédia será absolutamente horrível”

119

António Guterres disse este domingo que se Suu Kyi não falar contra a perseguição dos rohingya no discurso que vai fazer ao país na próxima terça-feira, será tarde -- e "horrível" -- demais.

ONU já avisou que ofensiva armada contra minoria muçulmana pode ser considerada como uma limpeza étnica

ATEF SAFATI/EPA

O secretário-geral da ONU, António Guterres, disse este domingo que a líder de facto birmanesa, Aung San Suu Kyi, tem “a última oportunidade” de deter a ofensiva armada que obrigou milhares de Rohingya a fugir da violência.

Numas declarações à BBC agora divulgadas, Guterres afirmou que, se a Nobel da Paz não atuar “a tragédia será absolutamente horrível”, depois de milhares de Rohingyas terem fugido para o Bangladesh para escapar à violência na Birmânia (Myanmar).

Segundo o secretário-geral da ONU, a líder de facto tem a última oportunidade de deter a ofensiva durante um discurso que está previsto fazer ao país na terça-feira.

Quem são os Rohingya e por que fogem de Myanmar?

“Se ela não reverte a situação agora, então creio que a tragédia será absolutamente horrível e desafortunadamente não vejo como isto possa modificar-se no futuro”, adiantou Guterres, defendendo que se deveria deixar os Rohingyas voltar para casa.

A ONU advertiu que a ofensiva armada pode ser considerada como uma limpeza étnica.

Os mais de 400.000 Rohingyas que chegaram ao Bangladesh a fugir da violência na Birmânia instalaram-se em campos improvisados ultra ocupados, enquanto as autoridades impõem restrições aos seus movimentos.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site