Mais de 800 refugiados desembarcaram esta manhã de sexta-feira no porto de Reggio Calabria, no sul de Itália, depois de terem sido socorridos pela marinha italiana ao largo de Malta, anunciaram as autoridades.

Estes migrantes, incluindo dezenas de mulheres e crianças, estavam a bordo de três embarcações à deriva quando foram socorridos pela marinha de guerra italiana no âmbito da operação “Mare Nostrum” (nome em latim dado pelos Romanos ao Mediterrâneo).

A Itália lançou esta operação de socorro em alto mar em outubro de 2013, depois de dois naufrágios terem causado mais de 400 mortos.

Desde o início do ano, segundo as autoridades, mais de 66.000 migrantes e refugiados desembarcaram em Itália.