Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Se algum dia trabalhar na sede do Facebook, na Califórnia, e vir Mark Zuckerberg a passear com uma espada de samurai enquanto finge ameaçar os empregados, não se assuste. É o método motivacional do fundador da rede social, pelo menos de acordo com o relato de um antigo empregado.

Noah Kagan foi despedido oito meses depois de ter começado a trabalhar e agora escreveu um livro onde conta como foi a experiência de trabalhar para Zuckerberg. “Ele costuma andar pelos escritórios e finge que te vai cortar a cabeça, caso deites abaixo o site”. “Temos que nos lembrar que ele é apenas um jovem de 23 anos que gere um dos sites que mais cresce. Ele é muito maduro mas também é muito imaturo”, continua Kagan, citado pelo Daily Mail.

De acordo com Kagan, outra das histórias sobre o temperamento de Zuckerberg envolve água: o fundador do Facebook alegadamente mandou água para cima do computador de um engenheiro informático porque o seu trabalho não estava perfeito.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR