Portugal vai voltar ao mercado na próxima quarta-feira para emitir até mil milhões de euros de dívida a três meses e um ano, anunciou hoje a agência que gere a dívida pública portuguesa.

De acordo com o IGCP, serão realizados dois leilões pelas 10:30 do dia 20 de agosto de duas linhas de Bilhetes do Tesouro (dívida de curto prazo, que tem no máximo 18 meses) com maturidade em 21 de novembro (três meses) e 21 de agosto de 2015 (12 meses).

O valor global indicativo a colocar estima-se entre os 750 e os 1000 milhões de euros.

No último leilão de Bilhetes do Tesouro, realizado a 16 de julho, Portugal colocou 1250 milhões de euros de dívida a seis e doze meses.

Desses, 400 milhões foram colocados na linha com maturidade a seis meses, a uma taxa de juro média de 0,243%, e os restantes 850 milhões de euros na linha com maturidade a 12 meses, pagando por tal uma taxa de juro de 0,453%.