829kWh poupados
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

IGCP

IGCP

IGCP coloca 1.699 milhões em dívida de longo prazo

Nos primeiros leilões de 2024, o IGCP colocou 1.699 milhões de euros em Obrigações do Tesouro com maturidades de cerca de cinco, 18 e 21 anos, às taxas médias de 2,471%, 3,462% e 3,527%,.
Bilhetes do Tesouro

IGCP coloca 1.900 milhões com juros acima de 3%

Em Bilhetes do Tesouro foram colocados 1.900 milhões de euros a dois, seis e a 12 meses a taxas de juros médias acima de 3%. O IGCP tinha anunciado três leilões de até 2.000 milhões de euros.
Bilhetes do Tesouro

IGCP realiza três leilões de até 2.000 milhões

As maturidades dos Bilhetes do Tesouro a leiloar são a 15 de março de 2024, 19 de julho de 2024 e 17 de janeiro de 2025. O IGCP vai realizar três leilões com um montante até 2.000 milhões de euros.
Leilão De Dívida

IGCP cancela leilão de dívida de curto prazo

Miguel Martín previa um leilão duplo de BT a seis meses e 12 meses, com um montante global indicativo entre 1.250 milhões e 1.500 milhões de euros. Não foi divulgado o motivo do cancelamento.
Economia

Certificados de aforro captaram 14,4 mil ME

Certificados de aforro atingiram 14,4 mil milhões de euros nos primeiros sete meses deste ano, com uma amortização de 960 milhões de euros. A procura continua a aumentar, mas o ritmo é menor.
IGCP

Leilão de dívida pode arrecadar até 1.000 milhões

No último leilão comparável, em março, Portugal colocou 723 milhões de euros em Bilhetes do Tesouro, montante abaixo do máximo indicativo a seis e a 12 meses, a juros mais altos nos dois prazos.
Certificados de Aforro

Certificados. Quanto pode ganhar com a nova série?

Nova série de certificados de aforro rende menos do que a anterior. Compare as rendibilidades das duas e saiba quanto pode ganhar. Governo quer bancos a vender mas estes não se comprometem.
Finanças Pessoais

Banca não se compromete com venda de certificados

APB recusa a ideia de que foi por pressão dos bancos que o Estado reviu as condições de remuneração dos certificados de aforro. E dá a entender que os bancos podem não participar na venda de produtos.
IGCP

CA. Acumulado de séries E e F limitado a 250.000€

Limite máximo de subscrição na nova série de certificados de aforro, a série F, está balizado nos 50 mil euros, mas este acumula com o valor aplicado na série E, não podendo exceder os 250 mil euros.
IGCP

Estado corta remuneração de Certificados de Aforro

A suspensão da subscrição da série E, anunciada esta sexta-feira com mínima publicidade, dá lugar a uma nova série (F) com remuneração mais baixa: 2,5%, no máximo (mais prémios de permanência).
Dívida Pública

Cancelados leilões de dívida de curto prazo

Foram cancelados os próximos dois leilões de Bilhetes de Tesouro devido à situação de tesouraria favorável da República Portuguesa. Os leilões estavam planeados para 19 de abril e 17 de maio.
Estado

Estado. Saldo da dívida direta aumenta 3%

O Estado registou um aumento de 2,91% no saldo da dívida direta, alcançando os 286.627 milhões de euros, segundo o IGCP. A subida deve-se ao aumento das obrigações do Tesouro.
IGCP

Aforro. IGCP prevê vender 3,5 mil milhões em 2023

Entre os 25,9 mil milhões de euros em dívida que o IGCP prevê colocar estão 3,5 mil milhões previstos para a emissão de produtos de poupança como Certificados de Aforro e Certificados do Tesouro.
IGCP

IGCP prolonga maturidade de dívida em circulação

A maturidade de 1.732 milhões de euros em Obrigações do Tesouro de 2023 e 2024 para 2027, 2032 e 2052 foi prolongada esta quarta-feira através de uma operação de troca.
IGCP

Medidas transversais "podem não ser interessantes"

A ex-presidente do IGCP Cristina Casalinho diz que as medidas transversais podem não ser interessantes sobretudo porque a maneira como a crise se reflete nas várias classes sociais é diferente.
IGCP

Portugal coloca 1.250 milhões a juros positivos

Portugal colocou 1.250 milhões de euros em Bilhetes do Tesouro a seis e a 12 meses, a juros positivos e mais altos. Anteriormente, procura cifrou-se em 1.284 milhões de euros.
IGCP

Portugal paga 2,75% para emitir dívida a 10 anos

Estado português teve de aceitar pagar aos investidores uma taxa de 2,75% para se financiar a 10 anos, o custo mais elevado desde setembro de 2017 e quase o triplo do que se pagava no início do ano.
IGCP

IGCP. Miguel Martín assume presidência

Miguel Martín, gestor da Ascendi, vai suceder a Cristina Casalinho na presidência da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública. Maria Granger e Rui Amaral são os vogais eleitos por Medina.
Dívida Pública

BT. Portugal ainda consegue juros negativos

Ainda foi com juro negativo que Portugal colocou esta quarta-feira uma emissão de 500 milhões de Bilhetes do Tesouro.
Mercados Financeiros

Portugal paga mais que o dobro em dívida a 9 anos

O Estado português suportou um custo implícito de 2,33% para emitir dívida a nove anos, mais do que o dobro do juro de pouco mais de 1% que suportou numa emissão comparável em fevereiro.
IGCP

Leilão de OT até 750 milhões até cerca de 10 anos

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública realiza esta quarta-feira o leilão das Obrigações do Tesouro a cerca de 10 anos, com um montante indicativo entre 500 e 750 milhões de euros.
Mercados Financeiros

Dívida nova deixa de ser mais barata que a antiga

À boleia das compras do BCE, Portugal pôde nos últimos anos renovar dívida antiga a custos mais baixos (e, também, com prazos mais longos). Com a subida dos juros, essa folga orçamental desaparece.
Mercados Financeiros

Portugal paga juros mais altos em leilão de dívida

O Tesouro português obteve a totalidade dos 750 milhões de euros pretendidos, mas pagou juros mais elevados numa emissão com prazo de oito anos.
Mercados Financeiros

Taxa de juro a 10 anos de Portugal supera os 2%

Dois meses e meio depois de superar a fasquia de 1%, as taxas de juro da dívida portuguesa a 10 anos superaram os 2% no mercado secundário, pela primeira vez desde finais de 2018.
IGCP

Portugal coloca dívida com juros menos negativos

O IGCP colocou 1.251 milhões, acima do montante máximo, anunciado em dívida a juros inferiores a três meses e mais altos a 11 meses e considerou que o país começa a sentir o impacto da guerra.
Mercados Financeiros

Custo da emissão de dívida quintuplica em 5 meses

Estado teve de pagar juro de 1,69% para emitir dívida a 10 anos. Em novembro, conseguia endividar-se neste prazo a 0,3%. Custos quintuplicam mas "ainda estão longe de níveis críticos", diz analista.
Mercados Financeiros

Com juro à beira de 1,5%, Portugal prepara emissão

O Tesouro português deverá avançar para uma emissão de dívida a 10 anos, nos próximos dias, depois de ter mandatado um grupo de bancos para gerir a operação de financiamento.
IGCP

IGCP recompra Obrigações do Tesouro em outubro

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública vai realizar nesta terça-feira um leilão de recompra de Obrigações do Tesouro com maturidade em 17 de outubro.
IGCP

Portugal paga mais caro por dívida de longo prazo

Custos baixaram na emissão de dívida a cinco anos mas subiram na colocação de dívida a 12 anos, no duplo leilão feito pelo IGCP esta quarta-feira.
Mercados Financeiros

Portugal paga mais que o triplo para emitir dívida

IGCP financia-se em 1.250 milhões através de dívida a 7 e a 10 anos. Custo no prazo mais longo subiu para 1,008%, mais do que o triplo do que tinha sido pago em novembro.
IGCP

Leilões de OT com montante até 1.250 milhões

As maturidades das Obrigações de Tesouro a serem leiloadas são em 17 de outubro de 2028 e em 17 de outubro de 2031. O montante indicativo global está entre 1.000 e 1.250 milhões de euros.
IGCP

"Assusta um bocadinho" o fim das compras pelo BCE

Cristina Casalinho reconhece, em entrevista, que os juros da dívida – que superaram 1% a 10 anos – estão a subir mais rapidamente do que o previsto. E confirma estar de saída do IGCP.
IGCP

Portugal paga quase o dobro para se financiar

Estado atraiu procura forte em emissão (sindicada) de dívida a 20 anos, com juro de 1,185%. Em novembro, bastou pagar 0,6% por dívida a 15 anos, ilustrando o impacto da inflação nos juros dos países.
IGCP

Estado. Necessidades de 10,9 mil milhões em 2022

A estratégia de financiamento para 2022 "centrar-se-á na emissão de títulos de dívida pública nos mercados financeiros em euros com realização regular de emissões de Obrigações do Tesouro".
IGCP

Portugal emite dívida mais barata, à boleia do BCE

O Estado português emitiu esta manhã dívida pública a 10 anos com uma taxa de 0,314%, beneficiando das garantias de juros baixos dadas por Christine Lagarde em Lisboa.
Mercados Financeiros

IGCP adia reembolso de 514 milhões em dívida

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública fez operação de troca que adiou 514 milhões de euros em Obrigações do Tesouro que venceriam em 2022 e 2024. Novos títulos vencem em 2028 e 2034.
IGCP

Leilão de troca de dívida para estender maturidade

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) indicou que, no leilão, vai recomprar dívida com maturidade em 17 de outubro 2022 e 15 de fevereiro de 2024, com taxas de 2,2% e 5,65%.
IGCP

IGCP faz hoje leilão de troca de dívida

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública - IGCP irá recomprar Obrigações do Tesouro com taxas de 4,95% e 5,65% e maturidades em 25 de outubro de 2023 e em 15 de fevereiro de 2024.
Fact Check

Obrigações sénior do BES subiram juros da dívida?

Mário Centeno apontou a retransmissão de obrigações sénior ao BES em finais de 2015 como causadora da subida dos juros da dívida portuguesa em 2016. Mas não contou a história toda.
IGCP

"Procura bastante forte" pela nova dívida nacional

Tesouro português concluiu uma emissão sindicada de dívida pública a 10 anos e que inaugura uma nova linha que passa a ser a referência para esse prazo. Juro foi inferior a 0,3%.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Apoie o jornalismo. Leia sem limites. Apoie o jornalismo. Leia sem limites.
Desde 0,18€/dia
Apoie o jornalismo. Leia sem limites.
Apoie o jornalismo. Leia sem limites. Desde 0,18€/dia
Em tempos de incerteza e mudanças rápidas, é essencial estar bem informado. Não deixe que as notícias passem ao seu lado – assine agora e tenha acesso ilimitado às histórias que moldam o nosso País.
Ver ofertas