A causa da morte de Mario Cuomo, que foi hospitalizado em novembro devido a um problema cardíaco, não foi especificada. O governador democrata, que cumpriu três mandatos, morreu no mesmo dia em que o seu filho mais velho, Andrew Cuomo, tomou posse para um segundo mandato como governador de Nova Iorque.

“O meu pai não pôde estar aqui fisicamente hoje, mas está nesta sala. Está no coração e na mente de todas as pessoas que estão aqui”, disse Andrew Cuomo. “A sua inspiração, legado e experiência foi o que trouxe este estado até este ponto”, realçou.

Conhecido nomeadamente pelos seus eloquentes discursos e firme oposição à restauração da pena de morte em Nova Iorque, Mario Cuomo ganhou destaque nacional graças a um famoso discurso, em 1984, durante o Congresso Nacional Democrata. Apesar de ter sido considerado como um potencial candidato à presidência, nunca participou na corrida à Casa Branca.

Em 1993, pediu ao então Presidente Bill Clinton para considerar o seu nome para o Supremo Tribunal, mas retirou a sua candidatura. Outro representante nova-iorquino – Ruth Bader Ginsburg — garantiu a nomeação. E, atualmente, ela ainda está ao serviço do tribunal. Cuomo tornou-se governador de Nova Iorque em 1982, tendo conquistado, com facilidade, a reeleição em 1986 e em 1990.

No entanto, em 1994, na sequência de uma recessão e fraca recuperação económica, os nova-iorquinos cansaram-se de Cuomo que perdeu a tentativa para cumprir um quarto mandato para o republicano George Pataki. “As nossas mais profundas condolências devido à morte do governador Cuomo, um orgulhoso filho de imigrantes, dotado de um intelecto brutal e um grande nova-iorquino”, escreveu George Pataki, na sua conta na rede social Twitter.

Outros políticos norte-americanos também prestaram tributo a Cuomo. “O nosso país e a nossa região perdeu um gigante hoje com a morte do governador Mario Cuomo”, afirmou Chris Christie, a governadora republicana de Nova Jersey. “Ele era forte, um líder eloquente que amava Nova Iorque e as suas pessoas. Como um italo-americano também servia de exemplar modelo para futuras gerações no sentido em que tudo era possível por via da educação e trabalho”. O senador de Nova Iorque Chuck Schumer qualificou-o como “uma mente política colossal que representava o melhor do serviço público. Ele deixa um indelével legado no estado que amava”.