Cerca de 95 pessoas fugiram de uma prisão do Estado Islâmico, na região norte da Síria, esta terça-feira, conta a Reuters, citada no Business Insider. Entre os fugitivos estão 30 combatentes curdos, civis sírios e membros do Estado Islâmico que se opõem à sua vertente mais extremista.

A fuga ocorreu na cidade de al-Bab, a cerca de 32 quilómetros a sul da fronteira turca, avançou a base britânica do Observatório para os Direitos Humanos. O Estado Islâmico lançou um alerta e está a pedir aos cidadãos, através de altifalantes, que ajudem a capturar os fugitivos, de acordo com fontes no local.

O autoproclamado Estado Islâmico que se estende à Síria e ao Iraque e pretende ser um califado, com um só líder político e religioso, controla parte do território no norte da Síria, onde tem as suas próprias prisões, tribunais e outras instituições.

Durante o fim de semana já tinha existido uma tentativa de fuga de outra prisão na mesma cidade, que tinha sido interrompida por membros do Estado Islâmico. A fuga resultou em, pelo menos, nove mortos.