Tudo começou quando a Lei de 1977 sobre o Abuso de Drogas foi considerada inconstitucional pelo Tribunal Irlandês da Apelação. Na terça-feira, os dois lados do parlamento não conseguiram chegar a consenso sobre as novas adições, o que significa que as drogas proibidas até àquele momento passaram a ser legais. E a legalização dura até amanhã.

A notícia é dada pela CNN.

Agora, existem mais de 100 drogas legalizadas acidentalmente na Irlanda, incluindo ecstasy, ketamina, cogumelos mágicos e metanfetaminas. Como a lei apenas se refere a drogas de classe A, a marijuana, cocaína e heroína continuam ilegais, bem como as substâncias psicoativas. Ainda assim, a venda, fornecimento, importação e exportação de drogas permanece ilegal.

Para colmatar o erro, o ministério da Saúde do país está a introduzir legislação de emergência. Leo Varadkar alertou ainda que “todas as drogas acarretam riscos para saúde e podem levar à morte”.

Este não é o único caso de ambiguidade legislativa na Irlanda: a Lei do Casamento por Indivíduos do Mesmo Sexo, em referendo no dia 22 de maio, teve de ser alterada na terça-feira.

A linguagem utilizada sugeria que o casamento heterossexual não era necessariamente legal, porque a tradução literal para inglês diria que “apenas homens podem casar com homens e apenas mulheres podem casar com mulheres”.