O senador do estado norte-americano do Kentucky Rand Paul anunciou esta terça-feira que vai concorrer à nomeação republicana para as eleições presidenciais nos Estados Unidos em 2016.

Depois de Ted Cruz, o senador Rand Paul, de 52 anos, é o segundo nome entre os republicanos a oficializar a entrada na corrida à Casa Branca.

“Sou candidato às presidenciais para fazer regressar o nosso país aos princípios da liberdade e de um governo limitado”, escreveu o senador na sua página oficial na Internet, algumas horas antes de proferir um discurso na cidade de Louisville, no Estado de Kentucky, que irá marcar o lançamento oficial da campanha.

Rand Paul, que se descreve como um “libertário republicano”, foi eleito para o Senado (câmara alta do Congresso norte-americano) em 2010 e conta com o forte apoio do Tea Party, a ala ultraconservadora do Partido Republicano norte-americano.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A corrida entre os republicanos para a candidatura presidencial antevê-se muito disputada. O senador do Texas Ted Cruz foi o primeiro republicano a anunciar, no passado dia 23 de março, a sua candidatura presidencial.

Hispânico e ultraconservador, Cruz pretende colher apoios entre os cristãos evangélicos, mas também entre os seus correligionários do Tea Party.

Outro potencial candidato presidencial é o senador republicano da Florida Marco Rubio.

Apesar de ainda não ter oficializado a sua candidatura, Jeb Bush – irmão do antigo Presidente George W. Bush -, é quem lidera as sondagens para as primárias republicanas.

Do lado dos democratas, Hillary Clinton é o nome mais falado. Informações hoje divulgadas dão conta que a ex-secretária de Estado norte-americana deve anunciar a sua candidatura dentro de duas semanas. Segundo o canal de informação norte-americano CNN, o anúncio deverá ser feito através das redes sociais.

Recentemente, Hillary Clinton esteve envolvida numa polémica por ter usado o seu ‘e-mail’ pessoal enquanto secretária de Estado.