A antiga presidente executiva da Hewlett-Packard (HP), Carly Fiorina, anunciou oficialmente, na rede social Twitter, que é candidata à corrida presidencial nos Estados Unidos.

“Vou concorrer para presidente”, escreveu numa mensagem na rede social Carly Fiorina, de 60 anos, a única mulher, até ao momento, a concorrer às primárias republicanas para a nomeação presidencial.

A empresária deve dar a conhecer a estratégia e os assuntos que vão marcar a sua campanha num evento mais formal agendado para hoje à tarde.

Antiga conselheira do ex-candidato presidencial republicano John McCain, que foi derrotado pelo democrata Barack Obama nas eleições de 2008, Carly Fiorina liderou a HP durante seis anos até 2005, quando foi forçada a demitir-se depois do valor das ações daquela empresa tecnológica em bolsa ter sofrido uma forte quebra.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Em 2010, Carly Fiorina concorreu, sem sucesso, ao cargo de senadora do Estado da Califórnia contra a democrata Barbara Boxer.