O governo grego está intensificar os trabalhos durante o fim-de-semana para preparar a reunião de segunda-feira do Eurogrupo, que juntará os ministros das Finanças e da Economia da União Europeia.

O primero-ministro grego, Alexis Tsipras, reuniu-se hoje com o seu vice-primeiro-ministro, Yanis Dragasakis, e com o ministro das Finanças, Yanis Varufakis, o coordenador da equipa de negociadores, Euclidis Tsakalotos, o responsável pela EconomiaYorgos Stazakis, e com o ministro de Estado Alekos Flaburaris.

Segundo a imprensa local, os responsáveis fizeram o balanço das conversações com a Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional e definiram-se as posições que Varufakis deverá defender frente aos seus congéneres europeus.

Tsipras deverá estabelecer contactos telefónicos com outros líderes europeus entre hoje e domingo, como ocorreu com a chanceler alemã, Angela Merkel, e com o presidente francês, François Hollande.

O chefe do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, precisou que o encontro de segunda-feira não será decisivo para a Grécia, cujo executivo espera que uma evolução positiva nas negociações possibilite uma liquidez adicional.

Na terça-feira, Atenas deverá ainda ter que enfrentar um novo pagamento do empréstimo ao Fundo Monetário Internacional, no valor de 760 milhões de euros, um pagamento que Varufakis garantiu que se fará.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR