Dizia Schopenhauer que a beleza é uma carta de recomendação aberta, por isso talvez seja mais seguro mantê-la o mais cuidada possível. Existem muitas dicas para nos ajudar. O problema é quando os conselhos que seguimos para nos apresentarmos convenientemente falham redondamente. O El País conversou com o dermatologista Julián Conejo-Mir e fez o balanço dos mitos e das ideias verdadeiras em relação à beleza.

Mito

Cortar o cabelo fá-lo crescer mais depressa

Não é verdade: os fios de cabelo são constituídos por proteína morta, por isso a raíz do cabelo não se dará conta de que o estamos a cortar. Outro mito em relação ao cabelo: ele não cresce infinitamente. Na verdade, o cabelo para de crescer ao fim de dois anos. Depois, cai naturalmente e recomeça o ciclo de crescimento.

Usar cremes anti-idade antes do tempo envelhece

É certo que não precisamos dos mesmos cuidados com a pele quando somos jovens do que os que temos de ter aos setenta. Mas quando um cosmético de qualidade é posto na pele nunca a pode prejudicar. E o melhor a fazer é mesmo prevenir do que remediar.

O alargador de pestanas quebra-as

O ciclo de vida de uma pestana é de sete anos, mas os alargadores de pestanas têm bimatoprost, um composto que acelera o crescimento delas. Conclusão: o período de tempo das pestanas encurta e elas quebram-se mais depressa. É só isso. As consequências da utilização de bimatoprost já se conheciam desde que o produto começou a ser usado pelos oftalmologistas para evitar a glaucoma e a hipertensão ocular: e é verdade que esse composto aumenta a densidade, comprimento e número de pestanas.

O batom de cieiro agrava os lábios secos

A hidratação dos lábios, quer estejam fragilizados ou não, é sempre essencial. A pele dos lábios não tem qualquer tipo de proteção contra os agentes externos porque não produz gordura, nem tem melanina. Por isso, os batons hidratantes podem mesmo evitar o cancro, já que funcionam como protetor solar.

 

Verdade

Os sabonetes sem sabão são os melhores

Nem sempre os produtos que fazem muita espuma são os que melhor lavam. Na verdade, o melhor para as peles mais sensíveis é que não tenham detergentes: o sabão é um emulsionante que pode alterar a gordura natural – e essencial – da pele.

Exfoliar a pele prolonga o bronze

Quando esfrega a derme, está a aperfeiçoar a condição da sua pele. É que desta forma retiramos a queratina (que endurece a pele), mas não influenciamos a melanina, que está numa camada mais profunda. Mas atenção: exfoliar a pele para prolongar o bronze só funciona quando ficamos morenos com a luz solar, não com produtos artificiais.

Os cremes baratos podem ser mais eficazes

O dermatologista avisa: um bom creme hidratante não tem de custar mais que trinta euros. O segredo não está no preço do produto, mas na sua composição. Tudo o que pagamos a mais num creme caro é o valor da marca. Para descobrir o creme ideal para si, o melhor é mesmo consultar um farmacêutico.

A maquilhagem faz-nos cinco anos mais velhos

Maquilhar é uma das ações que mais perícia exige na hora de uma mulher se arranjar para enfrentar o mundo. A base é um produto muito importante, porque se não for bem escolhido e aplicado pode envelhecer o rosto. Compre sempre uma base acetinada, ligeira e com um brilho controlado. E não se preocupe que só pode ficar melhor.