Crise financeira

Islândia termina controlo de capitais, sete anos depois

Primeiro país europeu a cair no início da crise financeira, devido a um setor financeiro demasiado grande, só agora deve acabar com o controlo de capitais que impôs em 2008.

Getty Images

A Islândia deverá anunciar esta segunda-feira o fim do controlo de capitais imposto há sete anos, quando os três maiores bancos do país faliram e a Islândia entrou numa profunda crise financeira e económica, que levou ao primeiro pedido de resgate ao Fundo Monetário Internacional.

Foi o primeiro dos países europeus a pedir um resgate ao FMI, rejeitou entrar no euro já depois da crise e depois de um longo processo de recuperação da implosão do seu sistema financeiro, deverá finalmente terminar o resto dos controlos de capitais que tem em prática.

O Governo islandês entende que a economia já recuperou suficientemente para que estas medidas de controlo (tais com a restrição do dinheiro que entra e sai do país) possam ser retiradas, mas isto só acontece depois de o Parlamento islandês ter aprovado nova legislação mais dura para regulamentar o sistema financeiro.

O controlo de capitais foi imposto em 2008 na sequência do Glitnir, do Landsbanki e do Kaupthing, os três maiores bancos do país, e da coroa islandesa, terem caído a pique.

A troca de coroas islandesas por moedas estrangeiras para férias no estrangeiro ainda é sujeita a um controlo muito rígido.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: nmartins@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)