Cerca de meia centena de embarcações participou este domingo numa manifestação para exigir a despoluição das águas da baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, onde decorrerão algumas das provas de vela dos Jogos Olímpicos de 2016.

De acordo com a imprensa brasileira, a manifestação juntou diferentes embarcações, de pesca, recreio e competição, de ativistas e ecologistas contra a severa poluição daquela região.

A qualidade das águas de Guanabara é a principal preocupação dos preparativos para os Jogos Olímpicos, que decorrerá de 05 a 21 de agosto de 2016. O presidente do Comité Olímpico Internacional, Thomas Bach, afirmou esta semana que a baía, poluída e cheia de lixo, estará limpa até lá.

No entanto, Sérgio Ricardo, ecologista e um dos fundadores do movimento Baía Viva, fala em hipocrisia e propaganda, um “objetivo completamente irrealista” face ao tempo que é preciso para despoluir.

Para os ecologistas, a realização dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro são a derradeira força de pressão para obrigar o governo a despoluir a baía, na qual desaguam mais de trinta rios e onde existem dezenas de ilhotas e uma forte presença industrial. A baía abrange as cidades do Rio de Janeiro e Niterói.