A Irmandade dos Clérigos, principal patrocinadora da viagem solidária dos irmãos portuenses Rodrigo e Afonso Liberal, vai doar na totalidade a receita apuradas nesta iniciativa de quarta-feira até hoje à instituição Operação Nariz Vermelho (Portugal), avançou à Lusa fonte da irmandade.

Os ciclistas, que saíram de Londres dia 08 de agosto, já percorreram mais de 2.000 quilómetros, passaram por quatro países – Inglaterra, França, Espanha e Portugal – e, sábado, chegam ao Porto pelas 10:00, onde tem preparada uma festa com a atuação de uma DJ.

Para a entrada em Portugal está preparada uma comitiva de receção para os últimos 50 quilómetros, com um “pelotão” de amigos e praticantes de ciclismo e de triatlo, com encontro marcado no Farol de Leça da Palmeira, Matosinhos, referiu a fonte.

Os dois irmãos, Rodrigo, de 35 anos, a viver em Londres, e Afonso, de 30 anos, a residir no Porto, comprometeram-se a fazer esta viagem com o objetivo de passarem mais tempo juntos e de angariarem fundos para duas instituições: Operação Nariz Vermelho (Portugal) e Theodora Children’s Charity (Inglaterra).

O presidente da Irmandade dos Clérigos, padre Américo Aguiar, encontrou-se quarta-feira à noite, a meio do percurso, na Catedral de Santiago de Compostela, Espanha, com os dois jovens portuenses para lhes transmitir apoio e motivação.

A iniciativa “Cycling Between Towers” (Pedalar entre Torres), protagonizada pelos irmãos, tem, além da componente solidária, o objetivo de simbolizar a aproximação da Torre dos Clérigos a algumas outras torres emblemáticas da Europa como, por exemplo, Big Ben (Londres), Eiffel (Paris), Pisa (Pisa) ou La Giralda (Sevilha).

A Irmandade dos Clérigos está a trabalhar há já algum tempo na criação de parcerias entre a Torre dos Clérigos e torres congéneres na Europa, realçou a fonte.

A Operação Nariz Vermelho é a terceira instituição ajudada pelos Clérigos depois de, em abril, ter sido beneficiado o Instituto Português de Oncologia (IPO) e, em julho, a Liga Portuguesa dos Bombeiros.