Que não haja dúvidas: esta é uma conversa para mil milhões de euros. De acordo com uma análise citada pelo britânico Telegraph, a fortuna combinada de apenas 62 pessoas equivale à riqueza de metade da população mundial. E entre essa mão pouco cheia de indivíduos contam-se apenas nove mulheres, cujas contas bancárias estão recheadas graças a heranças milionárias. São norte-americanas, alemãs ou francesas e têm mais do que muitos milhares (senão milhões) de pessoas.

1. Christy Walton

É um dos membros da família Walton, a mesma que fundou a cadeia norte-americana de supermercados Wal-Mart — fundada pelo seu sogro, Sam Walton, em 1962. Christy tem uma riqueza avaliada em 41.7 mil milhões de dólares (cerca de 38 mil milhões de euros) : herdou a sua fortuna quando o marido, John Walton, faleceu num acidente de avião em 2005. Ao que parece, Christy leva uma vida privada em Jackson, Wyoming.

https://twitter.com/FrancoCast/status/684936904836558848

2. Liliane Bettencourt

Aos 93 anos de vida é a herdeira da gigante de cosméticos L’Oréal. Em 2015 foi uma das 10 pessoas mais ricas do planeta com 40.1 mil milhões de dólares (36 mil milhões de euros) — segundo a Forbes, é a mulher mais rica do velho continente. Apesar da vasta fortuna, e de ter sido o seu pai a fundar a empresa em 1907, faz anos que Liliane Bettencourt não está envolvida nos negócios de família, ela que sofre de demência.

3. Alice Walton

Também faz parte da árvore genealógica dos Walton, que estão por detrás da criação do Wal-Mart — a família em questão detém 51% da cadeia de supermercados que se expande por cerca de 11 mil lojas. Alice foi 11º pessoa mais rica em 2015 graças aos 39.4 mil milhões de dólares (36 mil milhões de euros) que acumulou. Tem 66 anos, vive no estado do Texas e nunca teve um papel ativo na empresa. Ao invés, dedica-se a colecionar diferentes peças de arte: em 2011 abriu o Crystal Bridges Art Museum, em Arkansas e, dois anos mais tarde, adquiriu uma casa com o cunho de Frank Lloyd Wright.

4. Jacqueline Mars

É caso para dizer que esta é uma fortuna bem doce. Jacqueline Mars e os dois irmãos — Forrest Jr. e John — são os donos da Mars, a fabricante mundial de doces. Foi o seu avó, Frank, quem começou o negócio em 1911 a partir da sua cozinha em Tacoma, no estado norte-americano de Washington. Atualmente com 76 anos anos, herdou o negócio em 1999, após a morte do pai. Tem uma fortuna avaliada em 26.6 mil milhões de dólares (mais de 24 mil milhões de euros).

5. Maria Franca Fissolo

É a bilionária mais velha do mundo, escreve o Telegraph. Maria Franca Fissolo é a viúva de Michele Ferrero, o homem que ajudou a construir o grupo Ferrero, que atualmente detém nomes bem conhecidos do público em geral, como Nutella, Kinder e Tic-Tac. Quando Michele faleceu, no ano passado, deixou-lhe 23.4 mil milhões de dólares (não chega a 22 mil milhões de euros).

6. Beate Heister

É filha de Karl Albrecht Sr., o homem responsável pela criação e sucesso da cadeia de supermercados Aldi. Heister, que patilha uma fortuna de 21.3 mil milhões de dólares (menos de 20 mil milhões de euros) com o irmão, é conhecida por levar uma vida extremamente reservada, pelo que fotografias dela são uma raridade.

7. Laurene Powell Jobs

O apelido desvenda tudo: Laurene Powell é a viúva do icónico Steve Jobs, motivo pelo qual a riqueza acumulada seja maioritariamente proveniente dos lucros alcançados pela marca que Steve criou, a Apple. Falamos de 19.5 mil milhões de dólares (18 mil milhões de euros), o que faz dela, aos 52 anos, a 45º pessoa mais rica no mundo.

8. Anne Cox Chambers

Ela e a sua família são os donos da Cox Enterprises, que inclui negócios na área das comunicações (média incluídos). Chambers chegou a ser embaixadora da Bélgica, numa altura em que Jimmy Carter era presidente. Aos 96 anos tem uma conta bancária recheada, no valor de 17 mil milhões de dólares (cerca de 16 mil milhões de euros).

9. Susanne Klatten

É a mulher mais rica da Alemanha, com 16.8 mil milhões de dólares (15 mil milhões de euros). Para tal ajuda ter uma participação de 12,6% na BMW, empresa fundada pelo seu falecido pai, Herbert Quandt. Aos 53 anos, Klatten detém ainda uma empresa farmacêutica sediada na cidade alemã de Wesel, a qual ajudou a construir.