A Associação Japonesa de Agências de Viagens desafiou as empresas filiadas a votar nas 30 aldeias e vilas mais bonitas da Europa. Elas questionaram os turistas japoneses e chegaram à conclusão que Monsanto, em Idanha-a-Nova, é uma das mais encantadoras do Velho Continente. É a única presença portuguesa na lista, onde o recorde de entradas vai para França, Itália e Alemanha (cada uma com duas).

A história de Monsanto é bem anterior ao ano em que D. Afonso Henriques conquistou aqueles terrenos basálticos: vem desde o paleolítico e a rocha formada no complexo geológico (granito) da região é a preferida para criar, por exemplo, estátuas ou o mobiliário da sua cozinha. Se quiser passear por lá e ficar a conhecer melhor o interior do país, as alternativas são muitas: pode apreciar a torre sineira, a casa de Fernando Namora ou a vista a partir da Capela de Santo António.

120px-Monsanto_interior_da_aldeia 1280px-Monsanto_ceilings DIGITAL CAMERA DIGITAL CAMERA

Veja as imagens das aldeias preferidas dos japoneses na fotogaleria.