Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Edward Snowden, o homem que denunciou aas atividades de vigilância da NSA (Agência Nacional de Segurança), criticou a ação do FBI relativamente ao desbloqueio do iPhone de um dos atiradores de San Bernardino. Para Snowden, o pedido que a agência americana fez à Apple é “treta”.

Segundo o FBI, apenas a Apple consegue desbloquear alguns dos códigos de segurança do iPhone. Caso a empresa tecnológica desbloqueasse o telemóvel, o FBI poderia ter acesso aos dados armazenados no telefone.

A declaração de Snowden foi feita durante a conferência Indicações para uma Ótima Democracia em Comum, num vídeo em direto de Moscovo. Durante a transmissão, Snowden afirmou: “O FBI diz que a Apple é a única que tem os meios exclusivos para desbloquear o telefone. Com todo o respeito, isso é treta!”

Bill Gates, fundador da Microsoft, afirmou durante uma discussão no Reddit que deveria ser feito um debate sobre quando é que o governo tem direito a reunir informações como a pretendida. Steve Wozniak, co-fundador da Apple, acusou o FBI de querer espiar um telemóvel que não tem qualquer relação com o ataque ocorrido na Califórnia a 2 de dezembro. Wozniak referiu que o FBI já teve acesso a todos os registos telefónicos e mensagens, segundo o The Guardian.

Apple e FBI vão enfrentar-se em tribunal este mês, para discutirem se a empresa deve baixar as defesas do iPhone do atirador de San Bernardino.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR