O magnata Donald Trump afirmou, esta quinta-feira, que vai ter o apoio de Ben Carson, neurocirurgião aposentado que chegou a ser candidato à nomeação do Partido Republicano para as eleições presidenciais dos EUA. O apoio do seu anterior rival foi revelado no debate GOP que opôs Trump a Ted Cruz, Mark Rubio e John Kasich.

Ben Carson, que se retirou na semana passada da corrida à Casa Branca, afirmou à rádio Fox News estar inclinado para apoiar Trump e um assessor confirmou que ambos se encontraram recentemente.

Horas mais tarde, Trump disse, durante um debate entre os aspirantes à nomeação republicana em Miami, que o antigo candidato vai manifestar o seu apoio numa conferência de imprensa esta sexta-feira, na Florida.

Carson afirmou que acredita que o magnata do imobiliário vai ser capaz de colocar de lado a sua cáustica e controversa retórica.

“Há dois Donald Trumps. Há o Donald Trump que se vê na televisão e que fica diante de grandes audiências e o Donald Trump dos bastidores”, observou Carson à Fox, apontando que “não são a mesma pessoa”.

“Uma é muito mais um ‘entertainer’ [artista de variedades, animador], e o outro é, de facto, um indivíduo pensante”, concluiu.

No mesmo debate, Trump considerou o protesto na Praça de Tiananmen, em 1989, como um “motim”.