O principal indicador que mede o clima de negócios na zona euro recuperou em julho, registando um crescimento de 0,17 pontos face a junho, para se fixar nos 0,39 pontos, divulgou a Comissão Europeia.

De acordo com os dados da Direção-Geral dos Assuntos Económicos e Financeiros da Comissão Europeia, após o ligeiro recuo verificado em junho face a maio (-0,04 pontos), o indicador cresceu em julho, mesmo após o referendo de 23 de junho, que ditou a saída do Reino Unido da União Europeia (Brexit), sobretudo face a melhorias nas avaliações dos empresários relativamente à carteira de encomendas e, principalmente, do histórico de produção.

A Comissão Europeia não divulga dados por Estado-membro relativos ao indicador do clima de negócios.