Surgirá já para o ano e será conhecido como Arona, mas também como o mini Ateca. Este é o SUV que a marca espanhola do grupo VW tem já em avançado estado de preparação e com que pensa disputar um dos segmentos mais representativos do mercado automóvel europeu. E português.

Após o investimento nos monovolumes há anos atrás, que se revelou longe de ser certeiro, a Seat enveredou agora por outro rumo, apostando nos segmentos que mais crescem, em todos os países europeus, a começar pelo nosso. Depois do Ateca, modelo que permitiu à marca espanhola estrear-se num segmento do mercado onde nunca tinha estado presente e que suscitou, desde logo, grande interesse e aceitação, o construtor de Barcelona está decidido a apresentar uma gama tão completa quanto possível desta classe de veículos.

Assim, em 2017, vai surgir o Arona, bem como o Ateca na versão longa, com sete lugares, à semelhança do que também acontecerá com o VW Tiguan e o Skoda Kodiaq.

O novo Arona recorre à plataforma MQB A0 (sendo a denominação A0 relativa ao segmento em que está inserida, neste caso, o de modelos como o Ibiza, Polo, Fabia e A1), a mesma que também serve o Audi Q2, proposta do Grupo VW que oferece dimensões similares ao mini SUV espanhol.

Em relação à denominação, e tal como já aconteceu com o Ateca, Arona deriva de um município espanhol, desta vez nas Canárias, mais precisamente na ilha de Tenerife, com a Seat a manter-se fiel à estratégia de aproveitar nomes de terras do seu país.

O novo automóvel será fabricado em Martorell, onde se encontra a fábrica e a sede da Seat, nas instalações onde são produzidos o Ibiza, o Leon e até o A1, para a Audi.

Com 4,2 m de comprimento, o Arona deverá contar com os motores mais pequenos e económicos da marca, a começar pelo 1.0 TSI a gasolina e o 1.4 TDI a gasóleo, podendo algumas versões herdar o 1.6 TDI.

Em matéria de preços, este mini SUV deverá chegar ao mercado por menos de 20.000€, de forma a concorrer directamente com o líder do segmento, o Renault Captur, que em matéria de vendas, neste subsegmento, é seguido pelo Peugeot 2008 e pelo Nissan Juke.