Um jovem russo foi condenado esta quinta-feira pelos crimes de insulto a crença religiosa e incentivo ao ódio. Tudo porque jogou Pokémon Go dentrou de uma igreja.

O tribunal de Yekaterinburg condenou Ruslan Sokolovsky, de 22 anos, a três anos e meio de prisão. O jovem, que possui um blog, filmou-se a entrar dentro de uma igreja ortodoxa e a jogar Pokémon Go. Tudo isto se deu em agosto do ano passado. A sentença foi agora conhecida.

No vídeo, Ruslan mostra-se ciente de que o que estava a fazer era crime. “Mas [essa lei] não faz sentido nenhum” chega a dizer “Quem é que me vai prender por estar dentro de uma igreja a utilizar um smartphone?” Entrou, filmou, jogou e passado pouco tempo foi detido.

Numa busca à sua casa, as autoridades russas encontraram ainda uma caneta com uma câmara oculta. Por isto, foi também indiciado pelo crime de tráfico ilegal de equipamento técnico especializado”.