Rádio Observador

Portugal 2020

Portugal visto pelos galegos: “os nórdicos do sul da europa”

1.656

O La Voz de Galicia recupera uma declaração de Marcelo Rebelo de Sousa e descreve Portugal como sendo "os nórdicos do sul da Europa" -- um "país da moda" e que atrai investimento "de meio mundo".

La Voz de Galicia

Recebemos “investimentos de meio mundo”, captamos “residentes de luxo”, somos um “viveiro de mandatários internacionais” e uma sociedade “segura e aberta”: eis como o jornal galego La Voz de Galicia descreve Portugal, país que diz ser “da moda” e a que chama “nórdicos do sul da Europa”.

O rótulo tem origem numa declaração do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, em entrevista ao jornal espanhol El País, dois dias após a eleição de Mário Centeno para Presidente do Eurogrupo. “Somos os nórdicos do século XXI”, disse então o Presidente da República a propósito da eleição do ministro das Finanças para liderar a instituição europeia, para a qual considerou terem sido determinantes “a unidade nacional”, a “consciência europeia” e o “caminho pró-europeu”.

O La Voz de Galicia concordou com Marcelo e deu Mário Centeno como parte de uma das razões pelas quais consideram Portugal uma espécie de país “nórdico”: a projeção e mediação internacional. O novo líder do Eurogrupo, que é tido como o símbolo do “salto dado por Portugal”, é apenas um dos vários representantes lusos nos diversos organismos internacionais, tais como Vítor Constâncio, vice-presidente do Banco Central Europeu, e António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas. Portugal, diz o jornal, procura agora um papel de “mediação internacional” maior do que o da dimensão do seu território, tal como os “políticos escandinavos” conseguiram ter no “século passado”.

O jornal destaca a recuperação económica nacional, fazendo referência aos números do desemprego, que se encontra nos 8%, à aproximação do salário mínimo dos 600 euros, às previsões de um défice de 1,2% para 2017 e ao aumento das exportações, dizendo ainda que Portugal se converteu na “porta de entrada da China na Europa”.

A capacidade de atrair capital estrangeiro foi também elogiada pelo La Voz de Galicia, apontando os Vistos Gold como um dos “planos mais atrativos do mundo para investidores que procuram mudar de residência”, o qual “proporcionou a Portugal” mais de 3.380 milhões de euros “desde 2012”.

O La Voz de Galicia dá ainda atenção ao número crescente de pensionistas que decidem viver em Portugal, que tem um “regime fiscal especial” para reformados que “captou” Madonna, uma das “mais de 10 mil” pessoas estrangeiras captadas por esse regime, que isenta os reformados de pagar imposto sobre a renda.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Sustentabilidade

O Manifesto da 2ª Ruralidade

António Covas

Como venho a defender, sem uma boa “curadoria territorial” as medidas do programa de valorização do interior revelarão, muito provavelmente, a breve trecho, o seu lado inorgânico e difuso.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)