SpaceX

Foguetão Falcon Heavy parte para o espaço com um Tesla a bordo

184

O foguetão gigante Falcon Heavy, com o qual a SpaceX espera realizar missões para Marte, vai descolar esta terça-feira no Cabo Canaveral para uma viagem de teste com um Tesla a bordo.

SPACEX / HANDOUT/EPA

O foguetão gigante Falcon Heavy, com o qual a empresa privada SpaceX espera realizar missões para Marte no futuro, vai descolar esta terça-feira no Cabo Canaveral (Flórida), nos Estados Unidos, para uma viagem de teste com um carro a bordo. O presidente da SpaceX, Elon Musk, que também dirige a empresa de automóveis Tesla, confirmou na sua conta no Twitter que “todos os sistemas têm uma luz verde para o lançamento”.

Esta viagem serve para testar se o Falcon Heavy, com 70 metros de altura e capaz de transportar mais de 66 toneladas, pode ser usado para transportar carga para o espaço. Um carro elétrico da Tesla, vermelho, será a carga que o Falcon Heavy deixará numa órbita próxima de Marte se a missão decorrer como planeado.

O último teste antes do lançamento desta terça-feira ocorreu no dia 24 de janeiro, foi bem-sucedido e consistiu na ignição dos 27 motores do foguetão simultaneamente.

Este é um dos lançamentos mais esperados desde as missões Apollo (1961-1972) que levaram o homem para a lua, tanto que os bilhetes foram colocados à venda e são esperadas milhares de pessoas no Cabo Canaveral.

O objetivo da empresa SpaceX é usar o foguetão gigante para transportar satélites mais pesados para o espaço e até, no futuro, seres humanos, graças à sua potência e capacidade apenas superados pela aeronave Saturn V, que atuou nas missões Apollo nas décadas de 60 e 70.

O Falcon Heavy viajará para o espaço a uma velocidade de 11 quilómetros por segundo.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Eutanásia

Carta aos deputados do PSD sobre a eutanásia

Sofia Galvão

Os partidos não pediram um mandato aos eleitores em 2015 para alterar o statu quo no que diz respeito à eutanásia. Também por essa razão, os deputados do PSD têm a obrigação de votar contra.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

Detalhes da assinatura

Acesso ilimitado a todos os artigos do Observador, na Web e nas Apps, até três dispositivos.

E tenha acesso a

  • Assinatura - Aceda aos dados da sua assinatura
  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Inicie a sessão

Ou registe-se

Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)