Não é preciso ser cliente do Bankinter para aceder à nova proposta do Bankinter Consumer Finance, a unidade de crédito ao consumo do banco: um cartão de crédito sem anuidade que devolve 5% das compras durante o primeiro ano, desde que as despesas não ultrapassem 200 euros por mês. A proposta de devolução (também chamada de cash-back ou desconto) do bankintercard gold fica muito acima da concorrência no mercado de cartões de crédito: são poucos os cartões sem anuidade que fazem devoluções e, entre os que fazem, a regra é de 1% das compras.

Na apresentação à imprensa da nova marca bankintercard, António Seixas, diretor do Bankinter Consumer Finance em Portugal, calculou que a firma terá 37.500 cartões até ao final do ano. Essa unidade, que é filial de uma sociedade homónima em Espanha, já gere os cartões de crédito dos clientes do Bankinter em Portugal.

Embora o bankintercard gold tenha inicialmente a maior devolução do mercado, após o primeiro ano deixa de a ter. António Seixas explicou que não estão previstas outras percentagens de devolução após os 12 meses, mas que poderão haver campanhas pontuais com vantagens para os clientes.

O novo bankintercard contra a concorrência
O Affinity Card e o Cofidis eram os melhores cartões de crédito sem anuidade nem custos mensais na última vez que o Observador estudou o mercado, em agosto de 2017. Os três estão disponíveis a todos os consumidores, após avaliação de solvabilidade.
Affinity Card bankintercard gold Cofidis
Emissor BBVA IFIC Bankinter Consumer Finance Cofidis
Redes Inditex, Mastercard Multibanco, Visa Multibanco, Mastercard
TAEG
(1.500€ a 12 meses)
16,4% 16,3% 16,3%
Devolução 2% das compras no grupo Inditex.*
1% das restantes compras.
Sem limite.
5% das compras nos primeiros 12 meses.
Máximo de 10€ por mês.
1% das compras.
Máximo de 100€ por ano.
Fonte: instituições. *10% na primeira compra.

O bankintercard gold pode ser contratado aos balcões do Bankinter — deverá ser a via mais popular, de acordo com os responsáveis do banco — mas também através de canais alternativos. A sociedade de crédito ao consumo também estará presente em “zonas estratégicas”, como centros comerciais, a promover o novo cartão, está a negociar parcerias para o comercializar, fará campanhas de telemarketing e, a prazo, desenvolverá a contratualização pela Internet.

O negócio do bankintercard ajudará o Bankinter Consumer Finance a atingir os seus objetivos de ter 400 mil clientes e uma carteira de crédito de 500 milhões de euros nos próximos cinco anos. Nessa altura, o crédito ao consumo deverá representar 15% da margem financeira do banco em Portugal. Hoje, contribui com 8%.