As imagens que aqui publicamos são do Toyota Corolla, modelo que nos Estados Unidos da América, é comercializado nas versões de cinco portas e portas e sedan. Mas, do lado de cá do Atlântico, este mesmo modelo é o Auris. Pelo que, convenhamos, as diferenças entre o produto americano e o europeu serão mínimas, obviamente com motorizações adaptadas aos mercados a que se destinam.

Face ao Auris que vimos em Genebra, o “Auris” dos EUA surge com um design mais desportivo e não com a a carroçaria a dois tons com que o modelo surgiu no certame suíço.

14 fotos

Mas, mais interessante, é olhar para aquilo que ainda não tínhamos visto: o interior. Ora, o que salta de imediato à vista no habitáculo do Corolla é o painel, tipo tablet, o que revela que a Toyota seguirá a lógica já inaugurada com o C-HR, deslocando para um ecrã táctil de 8 polegadas as soluções de infoentretenimento e de conectividade. Logo abaixo, vêem-se os clássicas saídas de ar, com indicadores digitais para o controlo da climatização. Atrás do volante surge a instrumentação, com o velocímetro a ocupar o lugar central.

Na Europa, como já aqui adiantámos, o Auris não vai ter motorizações a gasóleo. A oferta será sim composta por um quatro cilindros a gasolina, o 1.2 Turbo de 116 cv, e duas alternativas híbridas, uma com 122 cv e a mais musculada com 180 cv.