Mais qualidade de vida, um sistema operativo mais rápido, com o dobro do desempenho, uma maior aposta em realidade aumentada, videochamadas em grupo e um sistema operativo para comºutadores Mac que tem um “lado negro”. Esta segunda-feira, os programadores da Apple reuniram-se na conferência anual WWDC, para apresentar as novidades de software que a empresa liderada pelo Tim Cook está a preparar para os próximos produtos. N

Menos telefone e mais qualidade de vida

Para aumentar a qualidade de vida dos utilizadores, o novo sistema operativo da Apple vai ter um “Não Perturbar” com novas funcionalidades, que vão permitir reduzir as notificações quando o utilizador não quiser ser incomodado e diminuir o ruído dos alertas das mesmas. As notificações também vão poder ser agrupadas por assunto, tema ou aplicação e a Apple vai disponibilizar estatísticas sobre as apps que mais notificações enviam, bem como quantas foram abertas pelo utilizador.

Justin Sullivan/Getty Images

A isto, a Apple junta uma nova funcionalidade, o Screen Time, que ajuda a entender, controlar e a limitar o tempo que cada utilizador passa no iPhone ou iPad.

Um iOS 12 com o dobro do desempenho

Todos os anos, a conferência WWDC é a montra escolhida pelos responsáveis da Apple para anunciar as atualizações ao seu sistema operativo, iOS. Este ano, não foi exceção e as melhorias não são pequenas, já que a empresa anunciou ter conseguido “duplicar a performance” do iOS 12, mantendo o alcance do iOS 11, ou seja, permitindo que mais dispositivos recebam a atualização do sistema operativo: o iOS 12 vai ser compatível com os modelos dos iPhone dos últimos cinco anos. Esta versão chega no final do verão.

Justin Sullivan/Getty Images

Mais realidade aumentada e partilhada com outros utilizadores

Em termos de realidade aumentada, que já tinha sido uma das grandes apostas da marca no iOS 11, o responsável pelo produto da Apple, Craig Federighi, apresentou mais novidades: uma aplicação que permite medir distâncias, tal e qual como se fosse uma fita-métrica, que se chama Measure. Os programadores da Apple vão ter ainda acesso a um conjunto de ferramentas de realidade aumentada para permitir melhorar o reconhecimento facial, a partilha de experiências com outros utilizadores e a visualização de objetos em três dimensões.

Siri vai permitir levar utilizadores a casa

A Siri também vai ter novas funcionalidades: o Shortcuts vai permitir que os programadores possam adicionar ferramentas e introduzir pistas personalizadas ao assistente de inteligência artificial da Apple, como aquelas que permitem indicar o caminho para a casa do utilizador, com recurso à geolocalização, e avisar outros utilizadores de que o detentor daquela Siri está a ir para casa pelo iMessage. Através da Siri, pode ser possível ligar automaticamente o iPhone à aplicação da NPR, por exemplo.

FaceTime em grupo? Sim, até 32 pessoas

O FaceTime vai permitir fazer videochamadas de grupo até 32 participantes em simultâneo e chega ao Apple Watch. Não se fica por aqui: a aplicação de chamadas de vídeo da Apple vai permitir aos utilizadores fãs dos animojis (emojis que ganham vida graças a um sistema de realidade aumentada) usá-los nas chamadas de vídeo, bem como a vários filtros do Snapchat. Estes filtros também vão estar disponíveis no iMessage.

Memojis: mini avatares com o rosto do utilizador

Vai haver uma versão humanizada dos animojis, ou seja, o s iOS 12 vai permitir criar uma versão em três dimensões do rosto do utilizador, criando uma espécie de mini avatar. A esta versão dos animojis, a Apple chamou Memojis.

O macOS Mojave tem um “lado negro”

O macOS Mojave é o novo sistema operativo da Apple para computadores Mac e vai incluir um “lado negro”, que permite que todo o sistema fique escuro, e que visa facilitar o trabalho de quem edita fotografia e vídeo e quem programa software. A nova Gallery View também permite pré-visualizar os documentos que estão em determinadas pastas com novas funcionalidades, e fazer ações rápidas, como rodar fotografias de forma mais célere. Com a nova ferramenta Continuity vai ser possível usar a foto que o utilizador acabou de tirar com o iPhone no computador Mac. A Mac App Store também está a ser redesenhada.

Apple Watch em walkie-talkie e para o yoga

O watchOS 5 é outra das novidades da Apple. A nova versão do sistema operativo utilizado nos Apple Watch (o smartwatch, ou relógio inteligente, da marca americana) foi idealizada com uma forte componente fitness, estando adaptada para as novas tendências do mundo do desporto. O sistema operativo permitirá, por exemplo, desafiar outros utilizadores e amigos para competições de de corrida e de outras atividades físicas. Segundo o site Recode, o Apple Watch permitirá agora monitorizar sessões de yoga e estará melhor apetrechado para monitorizar e melhorar o desempenho em caminhadas e corridas ao segundo. Outra novidade? Uma funcionalidade “walkie-talkie”, que permite a um detentor de um Apple Watch enviar mensagens áudio a outros utilizadores. A aplicação Apple Podcasts também chegará ao Apple Watch.