Califórnia

Cinco mortos em incêndios na Califórnia. 75 mil casas foram evacuadas

A força do vento acentuou-se na madrugada desta sexta-feira e as autoridades emitiram ordens de evacuação para cerca de 75 mil casas. Ardeu uma área equivalente a três vezes a cidade de Lisboa.

Pelo menos cinco pessoas morreram na sequência dos seis grandes incêndios que lavram na Califórnia desde quinta-feira, escreve o The New York Times. Os cadáveres foram encontrados no interior de carros carbonizados que foram incendiados na zona de uma comunidade de reformados.

As autoridades norte-americanas ordenaram esta sexta-feira a evacuação da cidade costeira de Malibu, no estado da Califórnia, devido a um dos incêndios — que aliás já tinha obrigado à retirada de pelo menos 30 mil pessoas na última noite.

[Veja no vídeo como uma família sobreviveu ao atravessar uma estrada rodeada de chamas, na Califórnia]

De acordo com a agência de notícias Associated Press, a força do vento acentuou-se na madrugada desta sexta-feira e as autoridades emitiram ordens de evacuação para cerca de 75 mil casas.

Neste momento, segundo o jornal USA Today, os incêndios já queimaram mais de 283 quilómetros quadrados (quase três vezes a área da cidade de Lisboa).

Já esta manhã, o departamento de bombeiros de Los Angeles partilhou no Twitter uma “mensagem de segurança urgente” explicando que “o fogo saltou a autoestrada n.º 101” e que todos os habitantes de Malibu deveriam “abandonar a área imediatamente”. “Ameaça iminente!”, lê-se na mensagem.

O incêndio obrigou também ao encerramento de escolas e universidades, que foram evacuadas na manhã desta sexta-feira. O jornal USA Today detalha que várias universidades iniciaram protocolos de recolher obrigatório para os alunos que habitam nas residências universitárias.

Segundo a mesma publicação norte-americana, o fogo mudou radicalmente de direção e em menos de 24 horas já havia consumido a cidade de Paradise (obrigando à evacuação de 27 mil pessoas) e saltado a autoestrada, dirigindo-se rumo ao mar.

Estivemos rodeados pelo incêndio, estávamos a conduzir com fogo dos dois lados da estrada“, afirmou à imprensa norte-americana o agente da polícia Mark Bass, residente em Paradise.

Neste momento as autoridades identificam pelo menos seis fogos ativos, sendo que aquele que se estende até à cidade de Malibu, famosa pelas suas praias e por ser o local de residência de inúmeras celebridades internacionais, ainda não está controlada.

Várias celebridades também tiveram de ser retiradas das suas casas, entre elas a modelo Kim Kardashian, que ali reside. “Acabei de aterrar e tive uma hora para fazer as malas e para evacuar a nossa casa. Rezo para que toda a gente esteja bem”, disse a celebridade, citada pelo USA Today.

Até agora o único registo de vítimas é a existência de alguns feridos em Paradise, mas ainda não há números finais.

Já na manhã desta sexta-feira o vice-governador da Califórnia, Gavin Newsom, tinha declarado o estado de emergência para a área atingida pelo incêndio e solicitado ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, a declaração do estado de emergência federal, uma vez que a previsão é que as condições meteorológicas se prolonguem por vários dias.

Os incêndios graves na Califórnia estão a tornar-se mais frequentes e violentos, visto que, de acordo com o registo oficial de 1932, quatro dos cinco incêndios mais destrutivos da história do estado ocorreram nos últimos seis anos.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: jfgomes@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)