O mercado mundial absorveu cerca de 237.000 veículos plug-in, híbridos ou 100% eléctricos, o que eleva para 1.728.629 o total de modelos deste tipo vendidos em todo o mundo, equivalente a uma penetração próxima dos 2%. Valor que se torna mais interessante ao reconhecermos que há muitos países em que os automóveis alimentados por bateria ainda não se comercializam, até por falta de rede eléctrica à altura.

Entre o total de veículos vendidos que se ligam à corrente, 67% são exclusivamente eléctricos alimentados por bateria, solução que continua a ver a procura aumentar, bem ao contrário do que acontece com os híbridos plug-in. Os modelos chineses estão cada vez mais fortes, aumentando o preço mas também a qualidade e, mais importante do que isso, a autonomia, ajudados pelo proteccionismo do mercado chinês aos seus produtos. Ainda assim, não são eles que lideram as vendas mundiais.

No mercado relativo aos híbridos plug-in (PHEV), chineses e japoneses têm vantagem, mas curiosamente não é o PHEV que mais vende na Europa que é o mais procurado em termos globais. Veja o ranking aqui:

5 fotos