Uma criança norte-americana de 12 anos que ficou conhecida por se tornar vegan com 6 anos e por ser a oradora mais jovem de sempre a dar uma TED Talk lançou um desafio ao Papa Francisco: promover uma “Quaresma vegan” este ano como forma de alertar a humanidade para as alterações climáticas.

De acordo com o Público, que esta quarta-feira publicou na íntegra a carta de Genesis Butler e falou com a menor norte-americana, a ideia é que desta iniciativa, já apoiada por diversas figuras públicas, resulte um donativo de um milhão de dólares (877 mil euros) a uma instituição de solidariedade social à escolha do líder da Igreja Católica.

“Aproxima-se a Quaresma — um período de esperança e reflexão — e escrevo-lhe com um profundo respeito e apreciação por se manifestar em relação às alterações climáticas, à perda de habitats naturais e à poluição, e por ajudar a relembrar o mundo de que a Terra é o lar que todos nós partilhamos”, escreveu Genesis Butler no início da carta, em que se refere à encíclica Laudato Si, o documento escrito por Bergoglio sobre as preocupações ambientais da Igreja Católica.

“A pecuária utiliza 83% dos recursos agrícolas, embora produza apenas 18% das calorias que consumimos. Hoje em dia, há 815 milhões de pessoas no mundo a sofrer de má nutrição. Imaginemos quantos povos famintos poderíamos alimentar, caso nos afastássemos da produção de alimentos ineficientes”, explica a criança, acrescentando que “caminhar para uma dieta à base de plantas trará benefícios substanciais para o meio ambiente”.

“Temos de agir e precisamos do apoio de líderes influentes, como é o seu caso”, continua, antes de deixar ao Papa o desafio concreto: “Peço-lhe que se junte a mim e se abstenha de todos os produtos de origem animal durante a Quaresma e que apoie a campanha Million Dollar Vegan. A Quaresma, em 2019, decorre entre os dias 6 de março e 18 de abril.

Vegetariana desde que, com 4 anos de idade, percebeu que os nuggets eram feitos de frango, e vegan desde os 6 anos de idade, Genesis Butler é católica, como a maior parte da sua família. A criança olha para o Papa Francisco como alguém que “tem o poder de influenciar as pessoas em todo o mundo com a sua decisão”.

O projeto tem como embaixadores em Portugal Rita Parente e André Nogueira. Ao jornal Público, Rita Parente diz compreender que o Papa Francisco não aceite o desafio, uma vez que “pode não estar disponível” para fazer uma transição para uma alimentação vegan “do dia para a noite”. Porém, explica a designer portuguesa, “era bom que o Papa se encontrasse com a Genesis no Vaticano, que se mostrasse disponível para diálogo”.

Em maio de 2015, o Papa Francisco publicou a encíclica Laudato Si, dedicada ao “cuidado da casa comum”, um documento histórico, já que foi a primeira vez que o chefe da Igreja Católica dedicou uma encíclica papal a temas da ecologia.