Papa Francisco

Papa Francisco: “Igreja não tem medo da história” e vai abrir o arquivo secreto sobre Papa Pio XII e o Holocausto

224

Papa Francisco anuncia que os documentos secretos sobre o Papa Pio XII, que foi acusado de ser cúmplice dos crimes do Holocausto, serão abertos em 2020. Israel congratula-se com anúncio.

O Papa Francisco comunicou esta segunda-feira que irá abrir a parte do arquivo secreto do Vaticano relativo ao pontificado do Papa Pio XII, que coincidiu com a Segunda Guerra Mundial.

Pio XII, Papa entre 1939 e 1958, foi acusado pelos judeus de permanecer em silêncio e ser um cúmplice dos crimes do Holocausto. Contudo, o Vaticano defendeu que trabalhou discretamente para salvar os judeus e que só não falou publicamente contra os crimes nazis para não piorar a situação.

Para muitos historiadores, Pio XII deveria ter condenado com maior firmeza o massacre dos judeus, mas não o terá feito por prudência diplomática e para não colocar em perigo os católicos na Europa ocupada. Outros historiadores insistem ao contrário que aquele Papa salvou dezenas de milhares de judeus italianos, pedindo aos conventos para lhes abrirem as portas.

Há décadas que as organizações judaicas pedem a abertura destes arquivos. Por norma o Vaticano espera 70 anos após o fim de um pontificado para abrir os arquivos, mas a pressão para revelar os documentos mais cedo, enquanto os sobreviventes do Holocausto ainda estão vivos, levou agora a esta decisão.

O Papa Francisco afirmou que “a Igreja não tem medo da história” e acrescentou que o legado do Papa Pio XII foi abordado com “algum preconceito e exagero”.

Os arquivos de 1939 a 1958 serão abertos no dia 2 de março de 2020.

Israel congratula-se com abertura dos arquivos do Vaticano sobre Pio XII

O Ministério dos Negócios Estrangeiros israelita congratulou-se esta segunda-feira com a abertura em 2020 dos arquivos do Vaticano sobre o pontificado de Pio XII, após décadas de polémica sobre a sua atitude face ao Holocausto.

Estamos satisfeitos com esta decisão e esperamos que tal permita ter acesso aos arquivos pertinentes”, indicou o ministério num comunicado

O Museu do Holocausto de Israel, o Yad Vashem, declarou num comunicado exigir há anos a abertura dos arquivos para “poder realizar investigações objetivas e livres sobre a atitude do Vaticano em particular e da Igreja Católica em geral durante o Shoah”.

O bispo português José Tolentino de Mendonça foi nomeado, no verão de 2018, pelo Papa Francisco para ser arquivista do Arquivo Secreto do Vaticano e bibliotecário da Biblioteca Apostólica, passando a tutelar a mais antiga biblioteca do mundo.

[Atualizado às 17h03 de segunda-feira]

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Política

A protecção da família em Portugal

Luiz Cabral de Moncada

A família, enquanto célula principal da sociedade e berço da moral, como bem se sabe na Calábria, está mais garantida do que nunca. Nunca será esquecida pelos partidos quando no poder político.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)