Eleições Europeias

PSD: Poiares Maduro vai no último lugar na lista às Europeias para simbolizar apoio

José Silvano confirma que a indicada da Madeira, Cláudia Monteiro Aguiar, segue em sexto lugar. Fonte oficial do PSD diz que Miguel Poiares Maduro segue em último lugar da lista

Miguel Poiares Maduro chegou a ser apontado como número dois, mas é o último dos suplentes

PAULO NOVAIS/LUSA

O antigo ministro do governo de Pedro Passos Coelho, Miguel Poiares Maduro, vai integrar a lista do PSD ao Parlamento Europeu no 29º lugar, o último lugar da lista. A lista tem 21 nomes efetivos (o número de eurodeputados que Portugal tem no hemiciclo europeu) e mais oito suplentes. O último desses suplentes é Poiares Maduro. Fonte oficial do PSD explicou que este foi o lugar escolhido por Miguel Poiares Maduro para dar um “apoio simbólico” à lista. O lugar em que segue os Açores promete ser a pequena polémica do Conselho Nacional que decorre esta quarta-feira em Coimbra.

O secretário-geral do PSD, José Silvano, falou à margem da reunião da Comissão Política Nacional — que decorre no Hotel D. Inês, também em Coimbra — para confirmar que, se a proposta da direção for aprovada, a indicada pela Madeira, Cláudia Monteiro Aguiar, ficará em sexto lugar. O secretário-geral começou por explicar que a Comissão Política Nacional vai votar um “princípio” aprovado “há dois meses pela comissão permanente [o órgão de cúpula do partido, uma versão reduzida da CPN]” que estabeleceu: “Em relação às regiões autónomas apenas uma delas indicava um nome para os seis primeiros da lista, que coincidem com os deputados eleitos pelo PSD há cinco anos, e o outro indicaria o outro nome para um lugar relevante, que no caso foi o oitavo”.

Ora, este princípio, explica Silvano, não foi pacífica. Segundo o secretário-geral, a “Comissão Política Regional respondeu a esta decisão, dizendo que a Comissão Política Permanente não teria a legitimidade total para aprovar esta decisão” é por isso que este vai ser submetido a “ratificação” na Comissão Política Nacional.

José Silvano destacou que isto não é nada pessoal contra o anterior presidente da Assembleia da República, já que “o princípio quando foi estabelecido não tinha nome, nem tinha o dr. Mota Amaral, nem tinha nenhum, era o princípio”. E acrescentou: “Quem publicou o nome do dr. Mota Amaral foi a comissão política nacional, que lá saberá porquê“.

O secretário-geral explica que a direção acrescentou também que fica estabelecido “para que ficassem as duas regiões minimamente representadas que, se o segundo não fosse eleito, o deputado eleito por uma das regiões passaria a representar as duas regiões e teria um assessor da outra região para ajudar a levar a cabo essa tarefa”.

Quanto aos nomes finais da lista, ficam prometidos para breve. “Quanto a nomes a indicar, daqui a duas ou três horas trazemos aqui todos”, prometeu o secretário-geral. Os nomes vão depois ser votados no Conselho Nacional do PSD.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rpantunes@observador.pt
Eleições Europeias

A mudança (que se impõe) na Europa

Rodrigo Saraiva

Ao invés do que supus, Macron tem desperdiçado as oportunidades para ser um agente da mudança. Aquilo que era um aparente europeísmo tem vindo a mostrar-se um eurocentrismo com toques de egocentrismo.

Obituário

O meu amigo Augusto Cid

Alexandre Patrício Gouveia

Sem Augusto Cid Camarate teria, para sempre, sido descrito como mero acidente, e os portugueses teriam vivido com uma mentira relativamente à morte do seu primeiro-ministro e do seu ministro da Defesa

CDS-PP

O peso das escolhas

Miguel Alvim

O único, exclusivo e fundamental ponto é este sinal imensamente negativo dado à sociedade: é que, afinal, parece que o cargo não executivo na Galp é mais importante do que ser vice-presidente do CDS.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)