A construtora automóvel norte-americana General Motors vai investir 10 mil milhões de reais (2.300 milhões de euros) nas suas fábricas de São Paulo, anunciou o governador daquele estado brasileiro.

O anúncio foi partilhado pelo governador João Doria na sua conta na rede Twitter, acrescentando que a medida irá “preservar mais de 65 mil empregos diretos e indiretos”, além de criar 1.200 novos postos de trabalho no estado.

“Hoje a General Motors anunciou o investimento de 10 mil milhões de reais nas fábricas de São José dos Campos e de São Caetano do Sul. É gratificante ver que uma ação liderada pelo governo de São Paulo contribuiu para que a empresa não encerrasse as suas atividades no Brasil”.

A General Motors vai beneficar do programa ‘IncentivAuto’, lançado no último 08 de março pelo governo estadual, que concederá descontos de até 25% no Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para produtos fabricados em São Paulo.

“A iniciativa do governo (de São Paulo) foi muito importante nessa decisão de investimento. É um programa que, sem dúvida, viabiliza os nossos investimentos nas cidades de São Paulo e que precisávamos dele para tomar essa decisão”, afirmou Carlos Zarlenga, presidente da General Motors na América Latina, num video partilhado no Twitter de João Doria.

Segundo o governador, no final do ano passado, a General Motors informou-o, ainda na qualidade de candidato às eleições daquele estado, que pretendia fechar as unidades de São José e São Caetano.

Assim, ainda na fase de transição de governo, começaram as conversações para oferecer à companhia as condições que a fizessem manter a atividade em São Paulo.

No entanto, a empresa norte-americana de produção automóvel não forneceu detalhes sobre tenciona aplicar os recursos ou quais são os valores destinados a cada uma das unidades.

“Não estamos a divulgar os números específicos. Mas são investimentos muito significativos nas duas fábricas”, afirmou Carlos Zarlenga, à imprensa local.