Rádio Observador

Literatura Infantil

20 livros infantis para as férias de verão

877

Qual "silly season". Os livros infantis publicados nos últimos meses falam do mundo em infografias, de mulheres com muita garra (mas pouco conhecidas) e até de democracia.

Eu, Alfonsina

De Joan Negrescolor (Orfeu Negro). 14,50€

A Alfonsina do título é Alfonsina Strada, a primeira mulher ciclista a participar no Giro d’Italia (a conhecida volta à Itália em bicicleta), em 1924. Joan Negrescolor — autor de Há Classes Sociais e A Cidade dos Animais, também publicados na coleção Orfeu Mini — conta a sua história em tons fortes, desde o dia em que recebeu uma bicicleta do pai, aos 10 anos, até vestir a dorsal na famosa prova, aos 33, e os tons fortes rimam com o exemplo de determinação. Numa altura em que o desporto (e muitas outras coisas) estava vedado às mulheres, Alfonsina passou por cima de proibições e de preconceitos e mudou a sua alcunha de “maria-rapaz” para “Rainha do Pedal”. Nunca desistiu, quebrou recordes, desafiou a família, e por isso mesmo o livro é dedicado pelo autor “a todas as mulheres que não se rendem” até chegar à meta.

O Livro dos Ursos

De Katie Viggers (Bizâncio). 14€

Como diz o pós-título, este livro nasceu para ficar “tu cá tu lá com os ursos de todo o mundo”. São negros, são pardos, são polares, são beiçudos, pandas, americanos, malaios ou asiáticos — oito espécies provenientes de diferentes partes do mundo que se juntaram para fazer esta espécie de enciclopédia ilustrada. Cada urso tem direito a um capítulo próprio recheado de curiosidades, com outros temas ainda abordados como a alimentação e a hibernação. Todos são ilustrados pela autora, Katie Viggers, num registo entre o selvagem e o humanizado que os torna simplesmente irresistíveis.

Eu e o Mundo — Uma História Infográfica

Texto de Mireia Trius, ilustrações de Joana Casals (Edicare)

Num formato para lá de original, Eu e o Mundo faz uma história do planeta através de infografias. São 28 ao todo, construídas em torno de uma menina chamada Maria e usadas para apresentar dados mundiais relacionados com os nomes mais comuns, as línguas, a população, as profissões, a religião, os engarrafamentos, as cidades e museus mais visitados e até os tipos de pequenos-almoços. O resultado é graficamente apelativo e para ir descobrindo com tempo e demorar em cada página.

Eleição dos Bichos

De André Rodrigues, Pedro Markum, Paula Desgualdo e Larissa Ribeiro (Nuvem de Letras). 12,50€

Esqueçam o tempo de antena. Uma forma de lutar contra a abstenção é começar a ler este Eleição dos Bichos desde tenra idade. A história chega-nos do Brasil para falar da importância do voto em democracia, e parte de uma revolta anti-monárquica. Tudo porque um dia o leão resolve desviar toda a água do rio para construir uma piscina em frente à toca e os animais da floresta decidem dizer basta “aos mandos e desmandos do rei” e fazer uma eleição para escolher um novo líder. Assim se explica o que é uma campanha, um candidato, um governo, um comício, um debate ou quais as regras de uma eleição — é proibido dar presentes aos eleitores e devorar os adversários, por exemplo. Uma forma divertida e clara de explicar e valorizar o que é a democracia, com direito a um desfecho — neste caso um presidente — decidido pela maioria das crianças que participaram em oficinas com os autores em São Paulo e Florianópolis.

Uma Girafa Reticulada, uma Zebra Bem Riscada e uma Grande Caminhada

Texto de Manuela Castro Neves, ilustrações de Madalena Matoso (Caminho). 10,90€

Como muitas fábulas, a história de Manuela Castro Neves começa com um facto inexplicável caído do céu: uma zebra e uma girafa que aprenderam a ler, “não se sabe bem como”, e que um dia encontram, numa folha de jornal, a notícia de uma selva de betão que cresce a poucos quilómetros do mar. Intrigadas com a flora de que nunca ouviram falar, questionam todos os animais que encontram e começam uma longa caminhada para ver a novidade com os seus próprios olhos. O betão, como seria de esperar, revela-se uma desagradável e cinzenta surpresa. Mas nada que faça desanimar a girafa reticulada e a zebra riscada, cada uma bem letrada e pronta para defender um mundo mais verde.

Stephen Hawking + Marie Curie

Texto de M.ª Isabel Sánchez Vegara, ilustrações de Matt Hutt e Frau Isa (Nuvem de Letras). 12,90€ (cada)

Continua forte a tendência de apostar em histórias reais de vidas extraordinárias para rechear a biblioteca infantil. A coleção “Meninas Grandes, Pequenos Sonhos” é uma das que tem contribuído para a moda das biografias inspiradoras, e depois dos volumes dedicados a Frida Khalo, Teresa de Calcutá, Anne Frank e Amelia Eahart, acabam de sair duas novas personalidades do mundo científico: Marie Curie e Stephan Hawking (o primeiro “menino” a ser retratado até agora). De forma breve e a rimar, os textos de M.ª Isabel Sánchez Vegara são orientados para mostrar como o sonho de cada um se concretizou e ajudou a mudar o mundo, e são acompanhados por ilustrações inspiradas, no caso de Curie assinadas por Frau Isa, no caso de Hawking por Matt Hutt.

O Pássaro da Avó

De Benji Davies (Orfeu Negro). 13,50€

É o regresso à praia e à família de Noé, o menino que fez amizade com uma baleia no livro mais famoso de Benji Davies. Desta vez é verão e Noé vai para casa da avó, que vive sozinha num rochedo minúsculo. O problema é que a avó é estranha: faz sopa de algas, guarda a dentadura num frasco, “ressona como uma morsa” e está sempre demasiado ocupada para brincar. Uma rotina que se altera quando o Noé resolve ir explorar a maré baixa e faz uma descoberta inesperada (não, fãs de sequelas, não é uma baleia mas ela também aparece por lá).

A Canção do Jardineiro Louco e Outros Poemas

Textos de vários autores, ilustrações de Andrea Antinori (Bruaá). 14€

O poema de Siv Widerberg que abre A Canção do Jardineiro Louco é uma provocação que marca o tom da coletânea: “Os poemas podem ser/sobre qualquer coisa,/ mas os poemas PARA CRIANÇAS/ devem ser/bonitinhos e ternos/e todos sobre ratinhos fofinhos,/ lindas florezinhas/e o menino Jesus.” À semelhança do que acontecia no volume anterior, O Tigre na Rua, a seleção aqui feita junta poesia e humor, às vezes absurdo, a pensar num público “sem idade”. Não há, portanto, lindas florezinhas nem ratinhos fofinhos, antes uma íbis que pousa sempre sobre um só pé e é “uma ave sossegada/ porque assim não anda nada” (Fernando Pessoa), elefantes que precisam de caixas grandes para guardar uma dúzia de lenços (Carl Sandburg), um papão que morava num saguão (Antero de Quental)  e muitas outras rimas e brincadeiras de palavras.

O Mundo Incrível das Profissões

Texto de Francisca Cunha Rêgo, ilustrações de Raquel Costa (Booksmile). 14,99€

O que queres ser quando fores grande? A clássica pergunta feita volta e meia aos mais novos tem neste livro uma espécie de atlas. É um mundo de possibilidades que se abre ao longo de 70 páginas, com mais de 250 profissões organizadas por áreas, da construção de uma casa ao mundo do espectáculo. Para os “arqueólogos”, há uma dupla página a recordar as profissões antigas (como os telegrafistas e acendedores de lampiões). Para os pais de olho no mercado de trabalho, há outra com as profissões do futuro (como os arquitetos de realidade aumentada ou os engenheiros de robótica e nanotecnologia).

O Elmer e a Borboleta + O Elmer e os Hipopótamos

De David McKee (Nuvem de Letras). 8,90€ (cada)

Bendita a hora em que a Nuvem de Letras — uma chancela da Penguin Random House — começou a editar todos os livros do Elmer em Portugal. Criada em 1989, a série tornou-se um clássico da literatura infantil pelo protagonista inesperado: um simpático elefante que não tem nada de cinzento e é todo às cores. Nestas duas novas aventuras, lançadas quase simultaneamente, o elefante quadriculado salva uma borboleta de ficar presa e conhece um grupo de hipopótamos que precisa de recuperar a água do seu rio. Mais duas histórias, em registo de fábula, para mostrar às crianças como se deve aceitar a diferença e ajudar os outros — sem trombas.

Valente Valentina

Texto de Andreia Nunes, ilustrações de Rachel Caiano (Caminho). 10,90€

Valentina Vladimirovna Tereshkova (n.1937) foi a primeira mulher astronauta e a única até hoje a ter ido ao espaço sozinha. Como se lê num texto da analista Vera Gomes incluído no final do livro, “inspirada por Yuri Gagarin (primeiro homem no espaço em 1961), Valentina voluntariou-se para o programa espacial soviético” e foi a sua experiência como paraquedista que lhe garantiu a seleção. A 16 de junho de 1963 subiu ao espaço aos comandos da nave Vostok 6 para recolher informação sobre o impacto da gravidade no corpo e completou 48 órbitas em 71 horas, com uns quantos percalços no regresso. Um feito recriado de forma surpreendente em Valente Valentina – ou Mighty Valentina, uma vez que o livro é bilingue –, onde Andreia Nunes coloca a cosmonauta ainda menina e a sonhar, num dia de eclipse solar, ir até às estrelas numa nave espacial (improvisada na máquina de lavar) e viver uma grande aventura.

História da Imagem para Crianças

Texto de David Hockney e Martin Gayford, ilustrações de Rose Blake (Edicare). 19,50€

Das cavernas ao smartphone, a história da imagem é explicada às crianças através de um formato original e que ajuda a descomplicar o tema: em vez de uma história da arte tradicional, organizada cronologicamente, o livro está organizado por temas (da luz à sombra, da pintura à fotografia, passando pelas imagens em movimento e as novas tecnologias) e escrito em registo de conversa informal, entre o artista britânico David Hockney e o escritor e crítico de arte Martin Gayford. Tudo ilustrado pela londrina Rose Blake, que consegue a proeza de reproduzir alguns dos exemplos citados com o seu traço bem humorado, e ainda fazer as suas próprias ilustrações originais conviver com fotografias reais de obras mais ou menos famosas. Uma forma apelativa e acessível de abrir os olhos dos mais pequenos — a partir dos oito anos — a um mundo cada vez mais visual.

O Avô Jacinto e os Macaquinhos do Sótão

Texto de Sofia Fraga, ilustrações de Sebastião Peixoto (Minotauro). 11,90€

Miguel escreve na primeira pessoa para contar que vai passar uns dias das férias grandes com o avô Jacinto, que vive num casarão “tão ou mais velho do que ele”. Mas o avô não vive sozinho. Para além do gato, há “os macaquinhos do sotão” – expressão da mãe repetida vezes sem conta – de quem morre de medo, e também pulgas que teimam em estar aos saltos atrás da orelha, ratos de biblioteca, bichos-carpinteiros e até de sete cabeças. Sofia Fraga é neta de Urbano Tavares Rodrigues e neste seu terceiro livro infantil faz uma homenagem imaginativa à figura dos escritores e a todos os que ousam ter macacos no sótão (leia-se: ideias fantasiosas, como explica o glossário no final do livro). Um exercício em torno da imaginação que consegue dar vida às palavras e expressões populares.

A Menina Furacão e o Menino Esponja

Texto de Ilan Brenman, ilustração de Lucia Serrano (Booksmile). 12,69€

Ela não pára, ele gosta de estar quieto. Ela nasceu numa manhã de tempestade, com os olhos bem abertos, ele num dos dias mais quentes da história, “com os olhinhos bem fechados”. Ela acaba os trabalhos de casa e os testes antes de toda a gente, para aproveitar ao máximo o tempo de brincadeira, ele é sempre o último porque quer ter a certeza de que está tudo certo. Ela tem um cão irrequieto, ele uma tartaruga. Ela é a ventania e ele a calmaria, como resume o autor deste A Menina Furacão e o Menino Esponja, o psicólogo brasileiro Ilan Brenman. Uma história divertida de opostos sobre duas personalidades completamente diferentes que mostra como, mais uma vez e desde cedo, no meio é que está mesmo a virtude.

Chiu! Temos um Plano

De Chris Haughton (Orfeu Negro). 9,90€

E vai ficando cheia a prateleira de board books da autoria de Chris Haughton. Depois de Mamã?, Boa Noite a Todos e Oh Não, Sebastião!, o novo livro quadrado e rijo — formato pensado para caber (e sobreviver) em mãos pequenas — acompanha um grupo de amigos que têm um plano: capturar um pássaro indefeso que encontram na floresta. Suspense e humor em traços propositadamente toscos, numa história a fazer lembrar os campeões dos trapalhões Sylvester e Coiote.

Génios 2: Pablo Picasso

Texto de Janr Kent, ilustrações de Isabel Muñoz (Booksmile). 9,99€

Mais uma biografia para inspirar e uma nova coleção dedicada aos maiores génios da História, esta na primeira pessoa. Depois de Galileu (o primeiro volume), é a vez de Picasso levar os jovens leitores — a partir dos sete anos — numa viagem pelos vários períodos da sua arte, desde o azul ao autobiográfico. Quem diz jovens, diz também os pais, porque há aqui muita coisa a descobrir. A começar pelo próprio nome do pintor, que podia pertencer à realeza espanhola, de tão extenso: Pablo Diego José Francisco de Paula Juan Nepomuceno María de los Remedios Cipriano de la Santíssima Trinidad Martyr Patrício Clito Ruíz y Picasso. Felizmente, nos quadros ficou só o último.

O Livro que Diz Não!

De Cédric Ramadier e Vincent Bourgeau (Bizâncio). 11,90€

A fazer lembrar uma certa idade, este livro só diz não. Não a ouvir uma história, não a dar um passeio, não a fazer uma sesta — não, não, não! Como mostra a pequena personagem que tem atravessado a coleção-biblioteca de Ramadier & Bourgeau — e que já dialogou com O Livro com Sono, O Livro Zangado e O Livro com Medo, a pensar nos primeiros leitores —, é precisa uma certa habilidade de negociação e outra tanta dose de paciência para desmanchar um ar tão rabugento e não atirar com a mesma palavra. Mas sim, sim, sim!, não só é possível como muito mais construtivo.

A História das Cores

Texto de Clive Gifford, ilustrações de Marc-Etienne Peintre (Booksmile). 12,69€

Amarelo, laranja, vermelho, rosa, castanho, roxo, branco, azul e preto. Este livro mostra como cada cor tem uma história para contar e desempenha um papel ou detém uma simbologia. Na verdade, não é só cada cor mas até cada tonalidade: o amarelo-ocre era usado para decorar as paredes dos túmulos reais no Antigo Egito, por exemplo, enquanto o azul-anil servia para os Celtas fazerem pinturas de guerra no corpo e no rosto. Para além de curiosidades, datadas de diferentes períodos históricos — uma delas diz-nos que durante muito tempo o laranja não tinha esse nome e foi chamado de “amarelo-vermelho” na Europa —, é possível ficar a saber também como se fazia para obter certos pigmentos, do barro à seiva das árvores, passando por pequenos insetos esmagados e até o muco dos caracóis marinhos. Um sem-fim de informações, para leitores a partir dos nove anos.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: adferreira@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)