Este é mesmo o ano do regresso de Jennifer Lopez aos holofotes. Depois de semanas de suspeitas, o Super Bowl confirmou esta quinta-feira que a atriz e cantora norte-americana vai ser a estrela do habitual concerto que decorre no intervalo do jogo  final da temporada da National Football League (NFL), a liga de futebol americano.

Mas Lopez não vai atuar sozinha. Depois da desilusão que foi o concerto dos Maroon 5 no último Super Bowl, em fevereiro deste ano, em 2020 vai haver outra estrela a dividir o palco com a cantora norte-americana: será Shakira.

O anúncio oficial foi repartido pelas duas cantoras e pela Pepsi, patrocinadora oficial do evento. Primeiro, JLo publicou uma foto no Twitter a dizer “está a acontecer 20/02/2020”, mas com uma foto de Shakira a “meio-rosto”. Momentos depois, a cantora colombiana escreveu “prepare-se (e um emoji da Terra)” ao lado de uma foto de Lopez, claro, também a “meio-rosto”. Por fim, a Pepsi confirmou as expetativas e anunciou as duas cantoras juntas numa publicação que dizia: “Duas rainhas [com emojis de coroas] pela primeira vez juntas em palco… e no maior do mundo”.

Jennifer Lopez  apareceu recentemente com uma nova versão do icónico vestido verde que utilizou durante a cerimónia dos Grammys, em 2000, que acabou por ser responsável pela criação do motor de busca de imagens da Google. JLo é ainda a protagonista do filme “Ousadas e Golpistas” (“Hustlers”, no título original), que se estreia na próxima quinta-feira em Portugal e está a receber diversas críticas positivas no mundo.