A abstenção nas eleições legislativas atingiu os 51,43% nas eleições legislativas, depois de contados todos os votos dos círculos da emigração. Votaram no total mais de 5 milhões de portugueses (5.251.064), num universo de quase 11 milhões de inscritos (10.810.240). Apesar de ter havido um acrescento de mais de um milhão e cem mil eleitores inscritos face às últimas eleições legislativas, houve menos 157 mil votantes.

Há três eleições consecutivas que a abstenção bate recordes em eleições legislativas: tinha já acontecido em 2015 (44,14%), 2011 (41,93%) e 2009 (40,26%).

Neste ano, em território nacional, faltaram à votação mais 287 mil eleitores do que em 2015, apesar de ter havido apenas menos 96 mil inscritos nos cadernos eleitorais. E nos dois círculos da emigração votaram mais 129 mil pessoas do que há quatro anos, face a um aumento de quase um milhão e meio de inscritos, após o recenseamento automático.