É um cenário que se repete — e que promete voltar a ser visto nos próximos tempos. Uma semana depois de ter sido presa, a atriz Jane Fonda voltou a ser detida esta sexta-feira por liderar o protesto “Fire Drill Fridays”, que alerta para as alterações climáticas e que exige um urgente #greennewdeal.

Pelas 10h45 da manhã, a conta da iniciativa Fire Drill Fridays mostrava como Fonda se dirigia para o Capitólio, em Washington DC, no sentido de pedir uma resposta imediata dos responsáveis políticos face aos desafios climáticos na ordem do dia. Seguida por várias pessoas, a atriz apresentou-se de boina preta e casaco encarnado e voltou a sorrir para as câmaras quando acabou, de novo, algemada pelas autoridades.

“Estarei no Capitólio todas as sextas, faça chuva ou sol, inspirada pelo incrível movimento que a nossa juventude gerou”, garantiu Jane Fonda no seu site pessoal. “Não posso mais manter-me quieta e deixar os nossos governantes ignorarem — e pior que isso, darem poder — as indústrias que estão a lucrar com a destruição do nosso planeta. Não podemos continuar a tolerar isto”.

Do protesto desta sexta-feira resultou ainda a detenção do seu colega em “Grace and Frankie”, Sam Waterston, que acompanhou a grande protagonista da manifestação neste momento nas ruas.