No domingo à noite, o comentador político Marques Mendes avançou com “rumores que correm em círculos restritos do PS” dando conta de que Fernando Medina poderia vir a ser o sucessor de Mário Centeno — em cima da mesa também colocou o nome do secretário de Estado Mourinho Félix. Esta quinta-feira, o presidente da Câmara pôs fim à especulação.

No espaço de comentário que partilha na Renascença com João Taborda da Gama, Medina reagiu com humor à ideia de assumir a pasta das Finanças e garantiu que se vê “como presidente da Câmara com imenso gosto”, descartando a imagem de ministro das Finanças.

Medina disse ainda que sorriu, “só isso”, quando Marques Mendes atirou o nome deste para o lugar de Mário Centeno, o qual o ex-líder do PSD acredita estar de saída do Governo — em 2020 ou em 20201.

Reagindo ao rumor, Medina considera “um pouco bizarra” a discussão em torno do comentário feito no último domingo: “O Governo tomou posse há cerca de uma semana e alguém lança um comentário dessa natureza e está tudo a discutir.”

Fernando Medina foi um dos nomes referidos por Marques Mendes, que destacou também o secretário de Estado Mourinho Félix como sendo o substituto mais provável.