— “Google, apaga as luzes”
— “Google, como é que vai ‘tar o tempo amanhã em Famalicão?”
— “Google, adiciona tremoços à minha lista de compras”.

Falar com as máquinas não é novidade. A Alexa, da Amazon, ou a Siri, da Apple, e o Google Assistant obedecem a inúmeros comandos de voz. Contudo, nenhuma fala português de Portugal. Até hoje. A Google anunciou oficialmente o idioma de português europeu para o seu assistente digital.

Para já, esta funcionalidade está apenas disponível para smartphones. Ou seja, as colunas inteligentes da Google estão de fora. Contudo, e mesmo sendo o sistema operativo Android um software da Google, o idioma de português de Portugal (pt-PT, nas definições) também está disponível para a app Google Assistant no iOS, o sistema operativo móvel dos iPhone, da Apple.

A Google já andava em testes com o Google Assistant em português há alguns meses. Nos últimos dias, vários utilizadores mais curiosos puderam começar a experimentar a ferramenta. Como explica a empresa, esta ferramenta permite que tenha “uma conversa natural com o Google”.

Na prática, o que esta tecnologia permite, é que o seu telemóvel funcione mais como um assistente pessoal. Apenas com a voz passa a poder controlar inúmeras funcionalidades. Desde controlar as luzes da casa (se tiver lâmpadas smart) a definir o despertador, o seu smartphone vai ouvi-lo também em português.

Como o sistema tem como base a tecnologia de inteligência artificial, ao longo do tempo, o Assistente do Google vai melhorar as possibilidades de interação nesta nova língua. Para utilizar o Assistente do Google basta ativar a funcionalidade pressionando o botão de menu (ou a app no iPhone) e falar com o aparelho.