A 54ª edição do Super Bowl disputa-se este domingo, às 23h30 pela hora portuguesa, e coloca frente a frente o Kansas City Chiefs e o San Francisco 49ers. Para muitos, especialmente para os não norte-americanos, é apenas mais um jogo de futebol americano, mas para os locais é quase uma religião com milhões de devotos.

Só em 2019, foram 98,2 milhões de espectadores que acompanharam o evento, entre os presentes no estádio e os que seguiram a acção através da televisão. E apesar do número impressionar, a edição do ano passado foi a mais fraca nos últimos 11 anos, pois em 2015 foram 114,4 milhões os que viram os New England Patriots vencer o Seattle Seahawks.

Esta imensidão de fãs leva a que os anúncios que animam os espectadores nos intervalos tenham custos astronómicos e que não cessam de crescer. Basta ter presente que em 1967, há 53 anos, um anúncio de 30 segundos durante o 1º Super Bowl custou 37.500 dólares, com o preço a subir para 2,2 milhões no ano 2000, no 34º Super Bowl. Este ano, o valor de uma publicidade de 30 segundos foi fixado em 5,6 milhões.

Dado os valores praticados, as agências publicitárias não olham a custos para criar anúncios divertidos ou espectaculares, com muitos criativos a tentarem conjugar ambos. E os fabricantes de automóveis figuram entre os maiores clientes dos anunciantes do Super Bowl. Veja aqui 10 dos melhores vídeos que animaram os espectadores durante os intervalos:

Honda

A pick-up da Honda foi o tema para o anúncio de 2016, onde as ovelhas revelaram uma queda para música muito acima da média.

Hyundai

Um dos melhores anúncios do Super Bowl, este passou em 2019, com a ajuda do actor Jason Bateman. O tema é a opinião que muitos clientes têm sobre o complexo que pode ser adquirir um automóvel novo.

Volkswagen

Em 2011 a VW produziu este vídeo em que uma criança tenta usar a “força” para dominar qualquer coisa lá em casa. E o Passat é o único que lhe obedece, ainda que com uma pequena ajuda…

Hyundai

Aqui a marca sul-coreana recorre a Kevin Hart para contar uma história de um adolescente que é assombrado – no caso literalmente – pelo sogro.

Toyota

Em 2016 o fabricante japonês promoveu o Prius, num anúncio que denominou “a perseguição mais longa”.

Chevrolet

No Super Bowl de 2012, a Chevrolet emitiu um divertido anúncio que explora a confusão entre a prenda que um estudante recebeu e aquela que gostaria de ter recebido.

Hyundai

Este fabricante aposta forte no Super Bowl, apoiado aqui em Ryan Reynolds. O anúncio é de 2016.

Kia

Christopher Walken garante desde logo estarmos perante um vídeo acima da média, que animou a edição de 2016. E aqui tem tudo a ver com meias.

Audi

A batalha ao plástico levada ao extremo, em que os polícias desempenham o papel de eco-. Safa-se o A3 TDI equipado com um “clean diesel”. Divertiu os espectadores em 2010.

General Motors

A General Motors coloca o espectador no papel de um robô de linha de montagem. Os erros pagam-se caro…

Honda

Em 2012, três anos antes de começar a entregar o NSX a clientes, a Honda apresentou este fabuloso anúncio. Tudo gira em torno de Jerry Seinfeld.

Kia

Outra obra de arte, ancorada na divertida Melissa McCarthy. Outra eco-warrior que se mete em trabalhos, por vezes de forma dolorosa.