A Companhia de Jesus em Portugal vai ter um novo provincial a partir de 20 de junho, data em que o padre Miguel Nuno Almeida sucederá a José Frazão Correia, informou esta quinta-feira a congregação no seu portal Ponto SJ.

O futuro Provincial da Província Portuguesa da Companhia de Jesus tem 52 anos e foi ordenado padre em Lisboa, em 2003, dois anos depois de ter feito os últimos votos, momento de incorporação definitiva na Companhia de Jesus.

Antes de entrar na Companhia de Jesus, estudou Marketing e foi seminarista do Patriarcado de Lisboa. Numa entrevista recente à Rádio Observador, o sacerdote contou parte da sua história de vida e afirmou que, “se fosse uma escolha, nunca escolheria ser padre”.

“Se fosse uma escolha, nunca escolheria ser padre”

Miguel Nuno Almeida é licenciado em Filosofia pela Faculdade de Filosofia da Universidade Católica Portuguesa, em Braga, e em Teologia pela Universidade Gregoriana, em Roma, tendo feito o mestrado em Teologia Moral no Weston Jesuit School of Theology, em Cambridge, nos Estados Unidos.

O futuro provincial está há vários anos em Braga como Superior da Comunidade Pedro Arrupe e delegado do Provincial para a Formação dos jesuítas portugueses.

Segundo informação disponibilizada no portal Ponto SJ, em 2016 participou como eleitor na Congregação Geral 36, reunião magna dos jesuítas que elege o Superior Geral da Companhia de Jesus.

À Província Portuguesa estão atualmente ligados 147 jesuítas.

Miguel Almeida sucede a José Frazão Correia, que liderou a província portuguesa da Companhia de Jesus durante seis anos.

Líder dos jesuítas em Portugal: “Se a novidade do Papa fosse só ter sapatos pretos em vez de vermelhos, seria quase ridículo”