O Botsuana, país com a maior população de elefantes do mundo, vendeu esta sexta-feira o primeiro conjunto de licenças de caça, permitindo a venda de sete lotes que dão permissão para caçar 70 elefantes, no total.

De acordo com a agência francesa de notícia AFP, este país da África Austral realizou o primeiro grande leilão de licenças desde a reintrodução da permissão de caça de paquidermes, em maio do ano passado, na sequência de uma proibição que vigorou durante cinco anos para garantir a sobrevivência da espécie.

Cinco anos depois, o Presidente do Botsuana, Mokgweetsi Masisi, voltou a permitir a caça, já que o desenvolvimento descontrolado das populações de paquidermes estava a ameaçar as colheitas da população global, dificultando a sua subsistência.

A época de caça deverá iniciar-se em abril e o leilão foi limitado a uma empresa local, que terá de garantir que os cidadãos fazem um depósito reembolsável de 200. pulas, cerca de 16.700 euros, têm “experiência comprovada na caça de elefantes” e não podem ter qualquer condenação por crimes contra a vida selvagem.