A Koenigsegg, não contente em ter surpreendido a indústria automóvel com a revelação do Gemera, um coupé com 4 lugares e 1700 cv, extraídos à custa de um pequeno motor a gasolina com três cilindros e três outros motores eléctricos, revelou igualmente o Jesko Absolut, mais leve e ainda mais agressivo, ainda que sem tantas preocupações ambientais.

O Jesko Absolut é lindo, mas apesar de grandes necessidades de ar, para refrigerar e alimentar o motor a gasolina, consegue ser extremamente apurado aerodinamicamente, reivindicando um Cx de somente 0,278. A Koenigsegg deverá conseguir atingir esta fasquia com “asas” activas, especialmente atrás, capazes de garantir o necessário apoio aerodinâmico em curva e na travagem, para depois diminuir a dita carga aerodinâmica em recta, visando uma velocidade mais elevada.

A alma do Jesko Absolut é o motor V8 biturbo tradicional da marca, associado aqui a uma caixa automática de nove velocidades, concebida em casa. Esta unidade motriz garante 1600 cv e, possivelmente, um binário de deixar o condutor mais exigente de boca aberta. Tudo porque o fabricante sueco pretende que o desportivo de dois lugares seja a nova referência, em matéria de performances.

A Koenigsegg já tinha no Agera RS um modelo capaz de atingir 457,94 km/h, ultrapassando assim o seu rival Bugatti Chiron, com 1500 cv e autolimitado a 420 km/h (apesar de poder atingir um valor teórico de 460 km/h) se não fosse limitado pelos pneus (a Bugatti produziu igualmente a versão 300+ do Chiron, capaz de 490 km/h). Isto porque a única marca que produz pneumáticos capazes de rodar a 420 km/h é a Michelin que, entretanto e a pedido de várias marcas, está já em vias de surgir com um novo pneu capaz de atingir 500 km/h.

Curiosamente, caso se confirme as estimativas da Koenigsegg, é possível que quando a Michelin apresente o seu pneu dos 500 km/h este esteja já ultrapassado. É que pelas contas de Christian von Koenigsegg, o seu Jesko Absolut deverá ser capaz de rodar a 531 km/h. O teste para confirmar a velocidade máxima do Jesko Absolut será realizado ainda este ano, assim que a marca sueca encontrar uma pista com a extensão necessária.