A IFA (as siglas correspondem quase a um trava línguas alemão: Internationale Funkausstellung Berlin), é a maior feira de eletrónica de consumo do mundo. Desde 1924, que este evento decorre em Berlim por norma, em setembro. Contudo, com todos os eventos com mais de cinco mil pessoas cancelados na capital alemã até 24 de outubro, a organização anunciou esta terça-feira que vai ter um novo “conceito inovador desenhado para tempos sem precedentes”.

Para já, a organização desta feira não adianta pormenores, dizendo apenas que vai revelar mais informações “num futuro próximo”. Como aconteceu com outros eventos de tecnologia que foram cancelados devido ao novo coronavírus, como o Mobile World Congress (MWC), que devia ter decorrido em fevereiro, em Barcelona, qualquer mudança num evento como a IFA tem efeitos diretos na economia da cidade de Berlim. Em específico, o cancelamento de reservas de hotéis que todos os anos já contavam com este evento, por exemplo. A IFA 2020 continua, assim, para já, com data marcada para 4 a 9 de setembro.

O não cancelamento do evento e o anúncio deste novo formato pode também estar relacionado com a necessidade desta feira querer manter parcerias que já tinha contratadas. Este é um evento que conta bastante com a exposição física de produtos para acontecer e é “um importante ponto de encontro para marcas, fabricantes, retalhistas e mídia”, como diz a organização. Por isso, não é certo que o evento passe a ser apenas online, como têm optado as organizações de outros eventos desde o início de fevereiro.

Coronavírus já custou 500 milhões de dólares à indústria dos eventos de tecnologia

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A IFA é a maior concorrente direto da feira de tecnologia CES (Consumer Electronic Show), que se realiza em Las Vegas no início de cada ano e tem como objetivo mostrar as últimas novidades tecnológicas a distribuidores e clientes. Em 2019, esta feira recebeu 245 mil visitantes durante os seis dias em que decorreu (a Web Summit, por exemplo, recebeu cerca de 70 mil).

Dos gadgets às máquinas de lavar do amanhã: o que vimos na maior feira de tecnologia em 61 imagens

Nos cerca de 160 mil metros quadrados que a feira ocupa no pavilhão de exposições Messe, há de tudo: de máquinas de lavar a roupa a auriculares, não há aparelho que não tenha uma novidade ou possa ser testado. O que é aqui exposto, brevemente pode ser o produto que está a cobiçar para o Natal ou durante 2020.