Quatro projetos cinematográficos com produção portuguesa, entre os quais “Selvajaria”, de Miguel Gomes, são candidatos a um programa do Festival de Cinema de Locarno (Suíça), em agosto, criado na sequência da Covid-19, foi esta quinta-feira anunciado.

O programa – intitulado “The Films After Tomorrow” (“Os Filmes Depois de Amanhã”) – pretende apoiar “realizadores que foram forçados a parar de trabalhar por causa da pandemia”, com um júri a atribuir prémios aos melhores projetos, num valor entre os 65 mil euros e os 46 mil euros.

Entre os dez projetos cinematográficos selecionados para o programa, e que estão ainda em fase de produção ou finalização, contam-se um filme português com coprodução internacional e três outras produções internacionais com coprodução portuguesa.

Foi selecionado “Selvajaria”, filme de Miguel Gomes, com a produtora portuguesa O Som e a Fúria, numa coprodução com França, Brasil, China e Grécia, interrompida por causa da Covid-19.

O filme é uma adaptação livre da obra literária brasileira “Os Sertões”, de Euclides da Cunha, “dando conta da obscura guerra que teve lugar na Bahia no ano de 1897”, refere a produtora.

Com argumento de Mariana Ricardo, Maureen Fazendeiro, Miguel Gomes e Telmo Churro, “Selvajaria” sucede ao tríptico do realizador “As mil e uma noites” (2015).

Com coprodução portuguesa, pela Rosa Filmes, foram selecionados ainda “Eureka”, de Lisandro Alonso, e “When the waves are gone”, do realizador filipino Lav Diaz.

Segundo o festival de Locarno, o realizador argentino Lisandro Alonso teve de parar a rodagem de “Eureka” em Portugal, por causa da Covid-19, e que contava com técnicos e elenco de vários países da Europa.

A produção suíça “Far West”, de Pierre-François Sauter, com coprodução da Terratreme, também foi afetada pela Covid-19 na fase em que o realizador iria embarcar na rodagem em Cabo Verde, filmando a vida de dois amigos de infância que conheceu em Santo Antão.

De acordo com o festival, foram acolhidos 545 projetos cinematográficos de 101 países, tendo sido selecionados 20.

O programa “The Films After Tomorrow” decorrerá de 5 a 15 de agosto com o público a ter acesso online à apresentação dos projetos selecionados.

Em abril, a direção do festival de cinema de Locarno, que decorre habitualmente em agosto na Suíça, anunciou que a edição deste ano seria cancelada por não haver condições para o realizar no formato tradicional por causa da Covid-19 e das limitações impostas pelas autoridades suíças.