A Câmara Municipal de Fafe mandou parar um concerto que juntou centenas de pessoas sem cumprirem a distância de segurança recomendada pelas autoridades de saúde. A decisão foi tomada depois de um alerta feito à autarquia pela GNR. O evento foi no domingo noticiado pelo Cidade Hoje e na manhã desta segunda-feira  a GNR confirmou ao Observador que não foi previamente informada da realização do concerto. Uma denúncia levou a Guarda a contactar a autarquia, precisamente porque as normas das autoridades de saúde não estavam a ser cumpridas.

GNR interrompeu concerto de cantor popular em Fafe que juntou centenas sem cumprir regras de segurança

Na sequência desse contacto, a Câmara Municipal decidiu interromper o evento.

O concerto, que teve lugar na Praça 25 de Abril este sábado, teria como objetivo fazer o lançamento do novo trabalho do cantor popular Carlos Pires. A Fafe TV fez a transmissão em direto no Facebook.

Nas imagens recolhidas pela Fafe TV é possível perceber que algumas pessoas nem sequer estavam a usar máscara — Fafe TV/Facebook

Nas imagens recolhidas pela Fafe TV é possível perceber que algumas pessoas nem sequer estavam a usar máscara — Fafe TV/Facebook

As críticas ao município não se fizeram esperar nas redes sociais, mas ainda assim o concerto durou 50 minutos.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Segundo o Jornal de Notícias, Fafe teve na última semana mais 10 casos de infeção com SARS-CoV-2, num total de 158 já registados.

Atualizada esta segunda-feira pelas 19h00 com o esclarecimento de que as diligências da GNR, depois da denúncia, passaram pelo contacto com a autarquia e não por uma intervenção direta no local do concerto. A decisão de interromper o evento seria tomada pela Câmara Municipal de Fafe depois desse contacto da GNR.