Por cá, o Governo recusa falar em segunda vaga: prefere dizer que Portugal está numa “terceira fase” da pandemia. Mas outros países europeus, dia após dia, atingem novos recordes de casos diários de infeção por Covid-19 — tornando cada vez mais evidente que se vive uma segunda vaga. Até porque, em alguns países, os recordes são batidos há vários dias consecutivos.

Reino Unido, França, Holanda… Conheça a lista dos sete países que bateram recordes de casos a 24 de setembro

Reino Unido

Com mais 6.874 novas infeções nas últimas 24 horas, o Reino Unido bateu um novo recorde diário pelo segundo dia consecutivo: na quinta-feira tinham sido contabilizadas 6.634 novas infeções. Já o número de mortes baixou esta sexta-feira em relação ao último balanço: 34 pessoas morreram nas últimas 24 horas devido à Covid-19, menos seis do que no dia anterior.

Desde o início da pandemia Covid-19, 423.236 pessoas ficaram infetadas no Reino Unido e 41.936 morreram devido à doença. Londres, Nordeste e Noroeste de Inglaterra e a região de Yorkshire têm as maiores taxas de crescimento, tendo as infeções afetado todos os grupos etários, mas em particular jovens entre 17 e 24 anos.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Polónia

Esta sexta-feira é também o segundo dia consecutivo em que a Polónia regista recordes de novos casos diários. Na quinta-feira, o país tinha contabilizado 1.136 novos casos, o número mais alto desde março. Mas esse valor foi ultrapassado esta sexta-feira com 1.587 novas infeções registadas, segundo anunciou o Ministério da Saúde polaco no Twitter.

A Polónia tinha registado um pico de 903 casos diários no dia 21 de agosto, mas os valores diários diminuíram desde então. Só que, na última semana, essa tendência inverteu-se e o país tem registado alguns dos valores diários elevados mais altos desde o início da pandemia.

Dinamarca

Na Dinamarca, setembro tem também sido um mês de recordes de casos diários. Até ao balanço desta sexta-feira, o valor mais alto de novas infeções diárias desde o início da pandemia tinha sido registado no dia 19 de setembro, com 589. Esse valor foi no entanto ultrapassado esta sexta-feira, com o país a contabilizar 678 novos casos em 24 horas.

Holanda

Desde 20 de setembro que a Holanda não para de registar novos recordes diários. Dia após dia o valor diários das novas infeções apresenta-se como o mais alto desde o início da pandemia, mas acaba sempre ultrapassado pelo que se segue no dia a seguir.

Na quinta-feira, as autoridades de saúde holandesas davam conta de 2.544 novos casos. Mas o novo balanço desta sexta-feira mostra que 2.782 deram positivo à Covid-19 nas últimas 24 horas — o valor mais alto de sempre.

Cabo Verde

Com valores bem mais baixos do que os registados nos países europeus — o que pode ser explicado pelos baixos níveis de testagem —, Cabo Verde diagnosticou 149 novos casos nas últimas 24 horas. É, ainda assim, registo diário mais elevado em seis meses de pandemia.

Desde 19 de março, quando foi diagnosticado o primeiro doente com Covid-19 no arquipélago, o país contabiliza 5.628 casos da doença, distribuídos por oito das nove ilhas habitadas e 19 dos 22 municípios do país, e 55 vítimas mortais.

Em comunicado, o Ministério da Saúde referiu que os laboratórios de virologia do arquipélago processaram 447 amostras desde quinta-feira. O reduzido número de testes pode explicar o igualmente reduzido número de infeções diárias detetadas.