Dark Mode 169kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Boletim DGS. Desde 24 de abril que não havia tantas mortes em Portugal devido à Covid-19

Nas últimas 24h, morreram 31 pessoas em Portugal devido à Covid-19. O número é o mais alto desde 24 de abril, quando foram registados 34 óbitos. Em termos de casos, foi o segundo pior dia de sempre.

i

Já foram dados como recuperados 65.880 doentes, 1.344 dos quais nas últimas 24 horas

Paul Hennessy/NurPhoto via Getty Images

Já foram dados como recuperados 65.880 doentes, 1.344 dos quais nas últimas 24 horas

Paul Hennessy/NurPhoto via Getty Images

Depois de uma semana de alguma instabilidade, com subidas e descidas diárias no número de mortes por Covid-19 em Portugal, esta sexta-feira foi registado o pior número desta segunda fase da epidemia. Segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a situação epidemiológica em Portugal, nas últimas 24 horas, morreram 31 pessoas devido à doença provocada pelo novo coronavírus. O número é o mais alto desde 24 de abril, quando foram anunciados 34 óbitos.

Em relação ao número de casos, estes sofreram uma ligeira descida desde do dia anterior, quando o boletim da DGS deu conta de 3.270 novas infeções, o maior número desde o início da pandemia. Esta sexta-feira, foram 2.899 os casos anunciados, o que representa uma descida de 11,3% face a quinta-feira. Ainda assim, este é o segundo pior resultado desde sempre.

Até ao momento foram confirmadas em Portugal 2.276 mortes e 11.440 casos de Covid-19. Os casos ativos são agora 44.284 em Portugal, mais 1.519 do que no dia anterior. Há também mais 1.646 pessoas sob vigilância, num total de 57.455.

Norte volta a registar maior número de casos e de mortes

O Norte continua a ser a mais afetada pela pandemia do novo coronavírus, com 1.516 dos 2.899 novos casos (52,3%) e 14 das 31 mortes (45%) registadas nas últimas 24 horas. Ao todo, já foram confirmadas nesta região 46.391 infeções e 1.001 óbitos. A seguir ficou Lisboa e Vale do Tejo, com 918 casos (32%) e nove óbitos (29%).

O Centro registou 364 casos e cinco mortes; o Alentejo 53 casos e duas mortes; e o Algarve 38 casos e uma morte. Açores e Madeira continuam com números pouco significativos — 2 e 8 infeções pelo novo coronavírus, respetivamente.

Internamentos continuam a subir, mas há menos duas pessoas nos cuidados intensivos

O número de internados em Portugal ultrapassou esta sexta-feira os 1.400, depois de terem dado entrada nos hospitais portugueses mais 53 pessoas devido à Covid-19. As boas notícias é que duas pessoas saíram das unidades de cuidados intensivos (UCI) onde estavam internadas. São agora 198 os doentes em UCI.

Já foram dados como recuperados 65.880 doentes, 1.344 dos quais nas últimas 24 horas, de acordo com o boletim da DGS.

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.