O conselho de administração do Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto, questionado esta tarde pelo Observador, confirmou que foram identificados cinco doentes e dois profissionais de saúde positivos à Covid-19, todos eles relacionados com o piso 8 de internamento do edifício de cirurgia.

“O primeiro caso foi detetado ontem, quinta-feira, num doente que revelou febre e sintomas respiratórios suspeitos. Um segundo doente internado neste mesmo piso foi testado no contexto de atuação de rotina como preparação para procedimento diagnóstico. Tendo ambos os testes sido positivos para a Covid-19 e tratando-se de doentes do mesmo piso, foi de imediato decidido testar todos os doentes, assim como os profissionais com os quais tinham contactado”, explica a administração do IPO do Porto.

Na sequência desta testagem, foram identificados, até à tarde desta sexta-feira, outros três doentes e mais dois profissionais infetados: “Estão em curso as restantes análises a doentes e profissionais do referido piso”.

O IPO do Porto avança que este grupo de doentes encontra-se em isolamento com todas as medidas de segurança necessárias, estando já a decorrer os procedimentos de transferência de doentes para unidades hospitalares da área de residência, onde serão acompanhados até reunirem de novo condições para continuar o seu tratamento ou acompanhamento no IPO do Porto. “Está também em curso a averiguação dos potenciais elos de ligação entre os casos detetados, de forma a identificar a origem deste surto”, adianta o conselho de administração.