Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A Constituição dos Estados Unidos manda que Joe Biden tome posse dentro de menos de duas semanas: o dia 20 de janeiro está constitucionalmente consagrado como o primeiro do mandato do novo Presidente norte-americano após uma eleição. Com a vitória do democrata definitivamente validada pelo Congresso após uma noite caótica de que resultaram quatro mortes, está tudo pronto para a tomada de posse. Mas, mesmo faltando apenas duas semanas, Donald Trump — que está a ver os seus aliados republicanos mais fiéis afastarem-se — pode nem sequer chegar ao final do mandato. Nos bastidores da política norte-americana discutem-se dois cenários: invocar a 25.ª emenda da Constituição ou um segundo impeachment.

Chegou a hora de os republicanos abandonarem Trump? Para uns é tarde demais, mas ainda há quem lhe jure lealdade

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.